Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationSem categoria70% dos brasileiros afirmam que gasto com beleza é necessidade

70% dos brasileiros afirmam que gasto com beleza é necessidade

  • Written by:
Quase um quarto da população (23,4%) diz que gasta mais do que pode com produtos de beleza

Pesquisa recente aponta que gastos com beleza não está sendo mais visto como luxo, mas necessidade. A cada dez pessoas entrevistadas, seis afirmaram que vale a pena investir em cosméticos, pois os consumidores estão cada vez mais vaidosos e se preocupando com a aparência.

A maioria dos entrevistados admitiu gastar com produtos e serviços de beleza para melhorar a autoestima. O levantamento foi feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito em conjunto com a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).

O resultado mostra que seis em cada dez pessoas, ou seja, 62,7%, consideram-se pessoas vaidosas e preocupadas com sua aparência e 65,7% concordam com a ideia de que cuidar de beleza não é luxo, mas sim uma necessidade.

Segundo o estudo, outro número que reforça a preocupação do brasileiro com a própria imagem é que quase a metade dos entrevistados acredita que gastar dinheiro com o propósito de melhorar a aparência física é um bom investimento porque proporciona sensação de felicidade e satisfação.

A pesquisa levantou quais são os produtos ou serviços que os entrevistados têm a intenção de adquirir nos próximos meses para cuidar da aparência. Cosméticos estão em primeiro lugar do ranking, com mais da metade das citações (50,7%), seguidos pelas roupas, calçados e assessórios (43,9%) e pelos cuidados com o cabelo, unha, barba e pelos (42,3%).

Outras opções ainda mencionadas foram tratamentos odontológicos (24,4%), maquiagens (20,9%) e remédios e vitaminas (19,0%). Maurício Ramos, presidente da CDL Franca, destaca que o mercado com esses serviços e produtos são diversos e crescentes na cidade.

“Franca possui milhares de empresários preocupados com a aparência de seus clientes. O francano que quer dar um jeito no visual não terá dificuldades para encontrar bons produtos não só em lojas, mas nos serviços prestados por autônomos capacitados. Franca está bem servida de bons profissionais da área”, garante.

Exagerados

Parte dos consumidores admitiu, inclusive, exagerar nesse tipo de gasto, colocando em risco a saúde financeira. Segundos os números, quase um quarto – 23,4% – dos entrevistados brasileiros assume o hábito de gastar mais do que efetivamente pode com produtos e cuidados estéticos.

A conduta mais frequente é entre as mulheres – 26,5%, pessoas com idade entre 18 e 34 anos -29,0%, e pertencentes à classe C -25,0%. O levantamento sugere que a preocupação com a aparência tem uma ligação direta com as relações sociais e de trabalho.

Sucesso profissional

Quanto às características que mais influenciam o sucesso profissional de uma pessoa o resultado mostra que a boa aparência foi a quarta opção mais citada (32,1%), ficando à frente de atributos como inteligência (28,9%), disciplina (23,4%), atendimento atencioso (21,7%) e simpatia (20,9%).

Já as primeiras colocações ficaram com esforço e dedicação (48,1%), qualificação e estudo (47,4%) e honestidade (41,4%). Segundo o estudo, sete em cada dez (74,8%) entrevistados acreditam que pessoas bem cuidadas aparentam ser profissionais melhores e mais da metade (52,6%) concordam que pessoas bonitas têm mais oportunidades na vida. A opinião também foi compartilhada entre os entrevistados da classe C (54,7%).

banner_cadastrese

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros