Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationEmpresas & Negócios FragrânciasChefe global de P&D da Firmenich apresenta inovações

Chefe global de P&D da Firmenich apresenta inovações

  • Written by:
Geneviève Berger falou sobre biotecnologia branca, molécula antiodor e modulação de sabor em encontro em São Paulo

Criar antídotos para o mau cheiro, reduzir os índices de gordura, açúcar e sal dos alimentos e desenvolver moléculas inéditas de fragrâncias são apenas alguns dos muitos desafios que a maior casa de fragrâncias do mundo, a Firmernich, vem desenvolvendo nos últimos anos nos centros de P&D, área estratégica da empresa para onde são direcionados nada menos que 10% do faturamento da companhia e que já renderam cerca de 2,5 mil patentes.

Para compartilhar com os clientes brasileiros informações sobre esses esforços que resultaram inovações importantes em higiene, alimentos e produção sustentável, desembarcou esta semana no Brasil a doutora em engenharia química e em medicina Geneviève Berger, chefe global de Pesquisa e Desenvolvimento da Firmenich.

Biotecnologia branca

Em encontro em São Paulo no dia 13 de junho, a especialista destacou as inovações no desenvolvimento de moléculas cativas, aquelas que são exclusivas da casa de fragrância: “São muito importantes os ingredientes cativos por causa da qualidade e da possibilidade de brincar com eles e criar algo interessante”.

Geneviève ressaltou o pioneirismo da Firmenich na biotecnologia branca que, pela ação de microorganismos sobre uma matéria-prima natural, obtém-se uma molécula com alguma vantagem em relação ao original sintético ou natural, que pode ser uma performance diferenciada, produção com menor impacto ambiental ou alternativa a um recurso escasso ou caro. Ela cita como exemplo de desenvolvimento da companhia o Clearwood, uma molétcula alternativa ao patchouli, um dos mais tradicionais ingredientes da perfumaria.

Modulação do sabor

Saúde e nutrição foi outro tema abordado por Geneviève, que ressaltou que as tecnologias de modulação de sabor desenvolvidas pela Firmenich conseguem reduzir 25% de gordura, açúcar e sal dos alimentos, sem comprometer o sabor original dos produtos. “Somente no ano passado fomos responsáveis por reduzir 500 bilhões de calorias dos produtos de nossos clientes com nossas principais tecnologias de modulação do sabor”.

Citando dados da Organização Mundial da Saúde, segundo os quais 1,9 bilhão de adultos em todo o mundo são considerados obesos, a executiva reforça a importância do trabalho de pesquisa da Firmernich para avançar em soluções de nutrição que levem à redução do consumo de gordura, açúcar e sal.

Higiene e saneamento

A Firmenich, em parceria com Fundação Bill & Melinda Gates, estabeleceram uma parceria para criar um perfume que bloqueia os receptores responsáveis por captar os cheiros de quatro dos compostos responsáveis pelo o mau odor em banheiros públicos. Essa iniciativa se justifica porque, segundo Geneviève, mesmo que haja banheiros próximos, a população de países pobres não os usa porque eles cheiram mal e porque as pessoas estão habituadas a defecar ao ar livre.

A próxima etapa da iniciativa é um projeto-piloto em comunidades pobres na Índia. “Precisamos agora avaliar qual a melhor forma de apresentação do produto, se em pó, spray ou outro formato”, diz. Ela também reforça que as possibilidades de aplicação do ingrediente cativo ainda estão sendo estudadas, mas que ele poderá ser combinado em formulações de produtos que previnam e eliminem bactérias causadoras dos maus cheiros e produtos para neutralizar odores no ar, em máquinas, tanques, roupas e muitos outros.

Geneviève lembrou que o saneamento básico continua a ser um grande problema em países pobres. “Cerca de 800 mil crianças morrem de diarreia ou doença relacionadas à falta de saneamento”. Além disso, ela admite que o projeto, mesmo que replicado em vários países, não vai resolver o problema da falta de condições sanitárias, mas que facilita a criação do hábito de utilizar os banheiros públicos.

Axel Volker, diretor de desenvolvimento da Divisão de Perfumaria para a América Latina, acrescenta que já existem parcerias em andamento para o desenvolvimento de produtos que aliem prevenção de proliferação de bactérias e bloqueio do mau odor.

Hernane Henrique, diretor comercial e de marketing para a América Latina, complementa que esse é apenas um aspecto de um movimento maior que envolve empresas e instituições parceiras no desenvolvimento de soluções para essa complexa questão sanitária. “Esta barreira contra o mau odor pode ser o início de uma revolução no que se refere à higiene, que demanda muitas outras soluções, como construção de banheiros, obras de saneamento, campanhas para mudanças de hábitos e novos produtos inovadores. Tudo isso com baixo custo”.

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros