Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationSem categoriaCientistas portugueses criam molécula que impede formação da placa bacteriana

Cientistas portugueses criam molécula que impede formação da placa bacteriana

  • Written by:
Uma equipe de investigadores da Universidade de Coimbra (UC) criou Uma equipa multidisciplinar das faculdades de Ciências e Tecnologia (FCTUC) e de Medicina (FMUC) da UC  desenvolveu uma nova tecnologia, baseada numa molécula orgânica natural, que “impede a formação de placa bacteriana”. A placa bacteriana é considerada “a principal responsável pelo surgimento de cárie e de outras patologias dentárias”, explica a faculdade na nota enviada à agência Lusa.

“O novo método, denominado ‘biolocker’, deverá chegar ao mercado dentro de dois anos e poderá revolucionar o campo da higiene oral, prevenindo a formação precoce da placa bacteriana, sem efeitos antimicrobianos, ao contrário das soluções de cuidados orais clássicas”, sublinha a FCTUC. Os tradicionais antissépticos são de largo espectro e, por isso, recorrem a uma “estratégia de terra queimada”, eliminando as boas e as más bactérias, o que pode danificar a flora oral residente, extremamente benéfica para a saúde geral do organismo.

O produto, que já foi testado e validado, pode ser incorporado em pastas dentífricas, elixires, fio dental ou até gomas de mascar. Os pesquisadores estão em processo de registo da patente internacional. “A inovação consegue bloquear as principais interações bacterianas que ocorrem após a ingestão de alimentos, ou seja, impossibilita a ação das bactérias que lideram o processo de formação da placa bacteriana, as designadas colonizadoras iniciais”, afirmam os investigadores Daniel Abegão, Filipe Antunes e Sérgio Matos.

“Como estas bactérias (género streptococcus) funcionam como alicerce, ao retirar a âncora impedimos que todas as bactérias possam se fixar, funcionando como uma espécie de revestimento antiaderente, impedindo que as bactérias se agarrem ao esmalte dentário e formem a placa bacteriana”. Dessa forma, o novo método garante uma proteção mais duradoura que os atuais produtos e uma escovação mais eficaz.

Fonte: Wort – Portugal

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros