Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin
Cosmetic InnovationDestaque Empresas & Negócios FCE CosmetiqueCobertura FCE Cosmetique 2017 – Inovação fortalece cadeia cosmética

Cobertura FCE Cosmetique 2017 – Inovação fortalece cadeia cosmética

  • Written by:
FCE Cosmetique reúne as mais recentes tecnologias em formulações, fragrâncias e embalagens, inaugurando o calendário de lançamentos para América Latina
A abertura da FCE Cosmetique, realizada simultaneamente com a FCE Pharma e com o Congresso Brasileiro de Cosmetologia, de 23 a 25 de maio, pela primeira vez no Expo São Paulo, foi marcada por discursos que registraram o momento de incertezas políticas e econômicas pelo qual o País passa, mas sobretudo que ressaltaram o vigor do setor. “A caminhada nesses últimos anos tem sido intensa para todos os brasileiros, mas lutamos por dias melhores e nosso objetivo é oferecer uma excelente plataforma de negócios para a retomada do crescimento econômico do setor”, disse João Paulo Picolo, diretor geral da NürnbergMesse Brasil, organizadora dos eventos.

Já o governador Geraldo Alckimin, presente na cerimônia de abertura, comentou a relevância do setor: “A indústria gera valor, paga salários mais altos, pois o trabalho é de conhecimento técnico e estimula a cadeia de serviços. Para estimular esse ciclo, já abaixamos o ICMS de produtos cosméticos de 25% para 18%. De medicamentos, reduzimos de 18% para 12% e uma parte de remédios de uso mais urgente, a alíquota foi para 7%”.

“Há mais de 20 anos a parceria da ABC com a NürnbergMesse tem fortalecido nossa cadeia, com grande sucesso. O mercado de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria representa quase 2% do PIB brasileiro e é o quarto maior mercado mundial,  com 10% de todo o consumo global”, reforçou Vânia Leite, presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC), co-organizadora do Congresso.

Ciclo de inovação

João Paulo Picolo

Para Picolo, um dos pontos altos da FCE Cosmetique é ser realizada todos os anos no primeiro semestre. “Isso contribui para otimizar o ciclo de desenvolvimento de novos produtos, bem como a estratégia de marketing de lançamentos, o que na área cosmética tem muitas peculiaridades”. O executivo destaca que o segundo trimestre do ano é, para muitas empresas o deadline para a tomada de decisões que conduzirão os negócios pelos 12 meses seguintes.

Cerca de 15 mil profissionais foram conferir as novidades apresentadas na FCE Cosmetique. A AQIA buscou proporcionar ao público uma jornada de conhecimento, com palestras sobre tendências, mercado e inovação, além de experiências sensoriais com soluções para hair care e skin care. “Aqui os clientes podem sentir texturas, cheiros e cores dos produtos”, contou Tatiane Ferreira, do marketing da companhia.

Lounge AQIA – Localizado no mezanino do SP Expo

Em sintonia com um dos conceitos explorados pela empresa, o Urban Beauty, a AQIA mostrou produtos que protegem e revertem os danos causados pelo lifestyle urbano. Para skin care, Tatiane cita matérias-primas como o Shiel MLDA, que oferece proteção biológica contra a poluição digital (radiação da luz azul) emitida por dispositivos eletrônicos, e o Exo-P, exopolissacarídeo originário da Polinésia francesa que cria um escudo biomimético antipoluição.  Para os cabelos, a indicação para atender quem vive em grandes cidades foi o Tamariliz, concentração da polpa do tamarindo, que oferece ação antioxidante para a fibra capilar, e o Defenscalp, extrato de Rosebay com ação antifúngica diferenciada que preserva a micorobiota do couro cabeludo.

Dinaco

Para proporcionar uma experiência única aos visitantes e apresentar o sensorial diferenciado das matérias-primas de sua linha gourmet, a Dinaco, que está comemorando 80 anos, reproduziu em seu estande a decoração de uma das mais tradicionais confeitarias do Rio de Janeiro, onde se localiza a matriz da empresa, que desenvolveu  vários produtos que foram expostos em uma bancada incorporada na ambientação.

Segundo o diretor Comercial e Marketing, Renato Rabbat, um dos destaques foi a Geleia de Frutas Amarelas com biotecnologia marinha, que ajuda no fortalecimento da pele, combatendo a flacidez do corpo, imitando o efeito do exercício físico. Para uma peles maduras, a empresa apresentou o Iogurte de Mel com um ativo natural e de alta tecnologia que ajuda na reprogramação das células para melhorar a radiação da juventude.

O Sundae de Baunilha foi uma das sugestões para os cabelos. Contendo ativos ricos em minerais com alto poder de absorção de água, ele auxilia na recomposição do córtex. Já a Calda de Frutas Vermelhas, com ação lubrificante e formadora de filme, facilita o deslizamento.  “A Dinaco busca trazer novidades com matérias-primas que oferecem bem estar e qualidade com ingredientes naturais, orgânicos e de fontes sustentáveis”, ressalta Rabbat.

Colágeno 18

O Collalift 18 foi um dos destaques da Basf. Trata-se de um extrato de casca de mogno africano que estimula a síntese de colágeno 18, um elemento chave das membranas basais da pele e o único proteoglicano-colágeno com atividade biológica presente em todas as camadas da pele, desde a superfície às camadas mais profundas. O Collalift 18 auxilia no suporte dos elementos estruturais da pele, recuperando sua densidade e elasticidade, reduzindo visivelmente os poros, linhas e rugas.

Vinícius Bim, diretor regional de marketing da Basf, também destacou as múltiplas aplicações do emoliente geral Cetiol 4 All. “Em um cenário econômico desafiador, é cada vez mais importante a seleção de matérias-primas com diversas propriedades e bom custo-benefício”. Com um perfil sensorial agradável, o Cetiol 4 All é adequado para diversas aplicações: cuidados com a pele do rosto e do corpo, maquiagem e desodorantes, com alta estabilidade hidrolítica em uma ampla faixa de pH e excelente tolerância da pele e dos olhos. Não comedogênico, é compatível com todos os tipos de pele, inclusive acneica.

As microproteínas para reparação e proteção do cabelo Nutrilan Keratin e Gluadin Kera-P complementam a novidades da Basf. “Enquanto muitas proteínas hidrolisadas produzem efeitos na superfície ou na cutícula do cabelo, as proteínas de baixo peso molecular penetram profundamente pela cutícula até o córtex e recarregam o cabelo com a proteína essencial que falta, contribuindo para aliviar o estresse”, explica Bim. Com um espectro de aminoácidos bastante semelhante ao das queratinas de origem animal, as novas microproteínas são uma alternativa para as queratinas convencionais, além de não conterem glúten e terem certificação Halal.

Surfactantes suaves

BreentagPara apresentar suas novidades em matérias-primas, a Brenntag desenvolveu três conceitos: cachos, men care e produtos naturais.  Segundo Cristiane Ferreira Neves, IBU Manager – Personal Care Brazil, entre os principais problemas dos cabelos cacheados estão o frizz e os danos causados por tratamentos químicos. “Para atender essas necessidades, com técnicas no/low poo, que não utilizam sulfatos e derivados de petróleo, a Brenntag indica surfactantes suaves e livres de sulfatos, ideais para técnicas lo/now poo; óleos vegetais, que auxiliam na hidratação capilar bem como na redução do frizz, e a Linha Vegelight de alcanos vegetais que apresenta alta performance e que pode substituir o silicone”.

Dentro do conceito men care, os produtos destacados são a linha de emolientes que podem ser aplicados em produtos para barba e o ativo antiqueda e anticaspa derivado do Minoxidil para uso cosmético. Já para o conceito natural, além da linha Vegelight e os óleos vegetais, a indicação da Brenntag inclui um biopolímero formador de filme que promove efeito lifting e possui propriedades espessante e aglutinante, além de um emoliente que auxilia na conservação do cosmético, evitando assim o uso de conservantes tradicionais, e a linha Celus Bi Sphera de microesferas esfoliantes que podem substituir as microesferas de polietileno.

Ácido glicólico na cabeça

Durante o evento, os visitantes puderam conferir também no estande da Brenntag as inovações da Chemours. Entre elas, a solução Glypure, ácido glicólico para uso cosmético em produtos de cuidado dermatológico que este ano ganhou destaque em aplicações em xampus, condicionadores e hidratantes para os cuidados com os cabelos.

Por penetrar com facilidade na cutícula do cabelo, Glypure se liga facilmente à queratina e possibilita que os fios fiquem mais maleáveis, protegidos e com aparência saudável. “O cabelo possui uma estrutura complexa e exige uma ação diferenciada dos agentes. Por isso, o ácido glicólico penetra ao longo do eixo e contribui para o aumento da resistência dos fios ao calor. Além disso, hidrata o couro cabeludo, deixando-o mais saudável e com menos descamação”, explica Ana Beatriz Nascimento, gerente de Soluções Químicas da Chemours.

Vogler FCE Cosmetique 2017

A Vogler, que importa e distribui matérias-primas para a indústria farmacêutica e cosmética, participou da feira para apresentar sua ampla linha com mais de 400 produtos, como fibras, extratos naturais, antioxidantes, colágenos, substitutos do açúcar e do sódio e muitos outros. Nesta edição da feira, segundo Paula Scalabrini, gerente do segmento farmacêutico, a empresa destacou vários produtos da Centroflora, como o extrato de hibisco, que na indústria cosmética pode ser aplicado em vários produtos como maquiagem, itens para cabelo, além de ser utilizado como o antioxidante para a pele.

Lounge Chemyunion – Localizado no mezanino do SP Expo

No lounge da Chemyunion puderam ser conferidas mais de 300 ingredientes para atender as mais diversas demandas. “Buscamos criar produtos com robusta base científica, alinhados às tendências de mercado, apresentando sempre vantagens competitivas frente às opções disponíveis. Isto abrange produtos de alta performance, seguros e competitivos dentro da realidade nacional”, comentou  Marcelo Golino, CEO da Chemyunion.

Para proteção durante os processos de transformação, tanto da forma quanto da cor, a empresa lançou o GoBlond, que possui forma um filme seletivo sobre as fibras capilares, protegendo as regiões do córtex e cutículas, permitindo que o processo de transformação ocorra em sua totalidade, sem comprometer a integridade da fibra capilar.

Já para a reconstrução de cabelos quimicamente danificados, a novidade é o Seriseal, uma tecnologia na qual nanopartículas catiônicas repõem massa proteica e promovem a selagem das cutículas danificadas. Sua alta afinidade com a queratina mantém os fios alinhados, macios e com brilho. Em colorações capilares contribui com a melhora do condicionamento e com a manutenção da cor. Quando utilizado em alisantes favorece o processo de transformação, melhorando a penteabilidade e a redução do frizz.

A Chemyunion também apresentou o SkinBlitz, uma solução de defesa contra a poluição, e o  Biolumitá, um novo ativo clareador criado como solução segura e eficiente para a hiperpigmentação, atuando nas três vias metabólicas principais associadas a pigmentação da pele: produção de melanossomos, síntese de melanina e transporte de melanossomos. Atua nas manchas das diferentes regiões da pele (face, axilas e virilhas) e pode ser combinado com ativos clássicos de mercado para aceleração dos resultados.

Entre os produtos que foram apresentados pela MCassab, que seguem as mais recentes tendências adotadas na Europa, destacam-se os que complementam a linha fitness. Segundo Andrea Adams, gerente de Desenvolvimento de Produtos, o brasileiro busca artigos inovadores, com diversas aplicabilidades e alto valor agregado nos ingredientes. “Continuaremos apostando nesse nicho, que deve ser um dos destaques do ano no setor. Firmamos parcerias importantes, com a Covestro, por exemplo, para incorporar diversas inovações às nossas soluções. Nesse caso, podemos destacar os polímeros da linha Baycusan, que possuem diversas aplicabilidades, como: cuidados com a pele e cabelo, linha de maquiagem, entre outras”.

Andrea destacou o spray antipoluição, antiumidade e com proteção térmica, que suporta um calor de até 320 °C, além do spray “beach wave”, que deixa o cabelo com ondas, o conhecido aspecto beach hair, e o batom para esportistas, com proteção para temperaturas extremas de frio ou calor. É composto por Emolid CC, um éster vegetal que hidrata os lábios e contribui para o sensorial da fórmula, por Ácido Hialurônico que doa hidratação e formação de filme e por Baycusan C1003, poliuretano biodegradável que forma uma película resistente, respirável e invisível sobre os lábios.

Para os mais conectados, a MCassab pensou nos efeitos que o uso excessivo dos dispositivos móveis no dia a dia têm sobre a aparência e trouxe  ingredientes ativos que diminuem as rugas no pescoço e a papada, resultante da angulação causada pelo movimento da cabeça e o longo tempo de uso dos aparelhos.

Outra novidade é o esmalte à base água, que é suave e tem baixa ou zero irritabilidade. Composto principalmente por Baycusan C1004, poliuretano biodegradável formador de filme respirável que forma uma película sobre a unha e por Kleasol TST, que é um polímero na forma líquida que suspende partículas. Por ser à base de água, não borra, e essa fórmula facilita a aplicação e é fácil de retirar.

Cosméticos do futuro

A Cosmotec, que está completando seus 30 anos, transportou o visitante para o futuro durante na feira, levando mais uma vez um pacote de tendências com protótipos de produtos inovadores, desenvolvidos com ingredientes de suas representadas Elementis, Evonik, Interpolymer, Momentive e RAHN.

“Celebramos o futuro com soluções fantásticas, reconhecendo também o valor do bem-estar e da consciência socioambiental”, disse a gerente de marketing Tatiane Francine, que destacou a linha Curly Foods de modelagem para cabelos ondulados, cacheados e crespos com texturas gourmets de geleia, maionese e manteiga.  “Além da aplicação prática e resultados personalizados de salão, os produtos têm um lado lúdico que encanta os consumidores”.

A empresa também demonstrou em seu estande um lipbalm com partículas iluminadoras. Elaborado com estrutura tecnológica gelificada, promove brilho intenso, maciez e conforto aos lábios, além de uma máscara em gel para cuidado especial da pele, com estrutura aquosa e efeito elástico, “Ela estimula a recuperação da pele de forma inteligente, por meio da síntese controlada de colágeno de alta qualidade, proporcionando rejuvenescimento e firmeza”, explica.

Diversificação

A área Personal Care da Evonik, que mostrou seu portfólio no estande da Cosmotec, realizou importantes aquisições nos últimos meses, que permitiram a ampliação e diversificação do portfólio de produtos para indústria cosmética. A empresa adquiriu a divisão de aditivos especiais da Air Products e a startup Alkion Biopharma SAS, que extrai ativos cosméticos de biomassa vegetal. E está em andamento a aquisição da Dr. Straetmans GmbH, que é especializada no desenvolvimento e na comercialização de conservantes alternativos para a indústria cosmética.

“Tais investimentos nos permitem chegar à FCE Cosmetique, que é considerada o maior e mais tradicional evento da indústria cosmética, com um amplo portfólio de especialidades cosméticas, contribuindo para o contínuo trabalho de inovação e crescimento do setor”, afirmou Amanda Caridad, analista de Marketing da área de Personal Care, Nutrition & Care, da Evonik.

Uma das novidades da Evonik está o Antil 500 Pellets, modificador de reologia versátil com propriedades extraordinárias de espessamento. De acordo com Amanda, como se trata de um polímero hidrofílico inovador, esse lançamento reduz a concentração de surfactante em formulações convencionais para a limpeza da pele e cabelo, além de apresentar alta eficácia e flexibilidade para o espessamento de sistemas surfactantes desafiadores como, por exemplo, as fórmulas sem sulfato, apoiando de modo eficiente a tendência por fórmulas de limpeza mais suaves no segmento de cuidados pessoais.  A empresa  também levou uma seleção especial de emulsionantes, que atendem às principais tendências de produtos para os cuidados da pele.

Descolorante all in one 

O grande destaque da Garden foi lançamento do Garden Powder Dry Plex Like. “É o tão esperado all in one da descoloração”, comemora Berenice Santos Freire, presidente da empresa. Ela explica que todo processo  químico nos cabelos acarreta danos, causando a desnaturação proteica.  “Esse novo insumo traz um pó descolorante já com a tecnologia Plex, um ativo fortificante e protetor para preparações capilares que envolvam o processo de descoloração”, explica.

A Química Anastácio levou para a FCE Cosmetique uma série de novidades para o segmento de cosméticos. De acordo com Bruna Freitas, da área de desenvolvimento, a empresa acabou de firmar uma nova parceria comercial com a Tayca, passando a contar com uma linha completa de óxidos ultrafinos, produzidos com a mais alta tecnologia em micronização e tratamento de superfície. “A parceria consolida a empresa no mercado para ingredientes para protetores solares, somando um completo range de filtros inorgânicos,  como Dióxido de Titânio e Óxido de Zinco, aos filtros orgânicos já comercializados”.

A Anastácio também apresentou uma linha de silicones para as mais diversas aplicações em hair care e skin care. Dentre os principais produtos, destacam-se os fluidos, elastômeros, blends e emulsões. Outra novidade é que a empresa também passou a oferecer o ativo repelente de insetos Deet.

Homens e mulheres maduras

A Univar, que mantém parcerias com renomados fabricantes, como Angus, Basf, Dow-Dow Corning, Grace, Huntsman, Kao e VVF, oferecendo um amplo portfólio de commodities e especialidades entre ativos, emolientes, emulsionantes, polímeros, filtros solares, silicones, espessantes, agentes condicionantes, tensoativos e muitos outros, propôs no evento formulações inovadoras, especialmente para men care e melhor idade.

Edson Zicari gerente de Mercado de Personal Care, conta que para abranger todo o universo masculino, a Univar apresentou sugestões de formulações para atender as principais demandas para cuidados dos cabelos, barba, bigode e até para redução da gordura abdominal. Dentro do conceito de melhor idade, o destaque foi novo ativo da Basf Collalift 18, com atividade biológica presente desde a superfície às camadas mais profundas. “Ele atua em todas as camadas da pele, deixando a pele mais firme e densa”.

Outra preocupação das mulheres maduras é em relação à coloração dos cabelos. “Para atender essa necessidade específica, apresentamos um mecanismo de proteção da cor, mesmo depois de muitas lavagens, com um blend de silicones da Dow que mostram excelentes resultados”.

Pigmentos em grandes partículas

A Merck reservou parte do espaço que ocupou na FCE Pharma para mostrar também suas novidades para a área cosmética. Entre os lançamentos está o Ronastar Frozem Jewel, novo pigmento de alto brilho de pérolas prateado complementa a gama Ronastar com um brilho intenso e excelente poder de cobertura. “O novo pigmento, com partículas grandes de 200 micras, transmite um brilho metálico e intenso”, explica Thalita de jesus, gerente de vendas materiais funcionais, que também destacou o novo Ronastar Royal Sparks, que oferece efeito metálico e cromado. Ainda em pigmentos, outra novidade da Merck é o Ronastar Red Alure, com efeito vermelho mate, sem carmine e uma alternativa para o óxido de ferro.

A empresa também reforçou a divulgação do ativo repelente IR3535, que continua sendo a alternativa mais segura para proteção contra os mosquitos. “Ele é indicado para gestantes, bebês a partir dos seis meses e pessoas com pele sensível”, reforçou Tatiane.

Cinco vezes menos ativo

O destaque da Nanovetores foi a Nano Icaridina, ativo encapsulado em nanopartículas lipídicas, com diâmetro de partícula maior que 600 nm. A encapsulação do ativo através da tecnologia desenvolvida pela Nanovetores permite a estabilização de componentes sensíveis e complexos de serem formulados e uma maior durabilidade das suas propriedades.  “A grande vantagem é que a quantidade de ativo necessária nas formulações chega a ser cinco vezes menores, o que torna as formulações ainda mais seguras”, explica Andrea Seccon, gerente de P&D.

Fragrâncias em destaque

Em parceria com a Centdegres, a empresa de fragrâncias e aromas Firmenich perfumou o estande temático “Sinta o otimismo”. As inspirações para a elaboração do perfume tiveram como combinação notas de Amor, Alegria, Aconchego e Liberdade, que também foram escolhidos como os quatro subtemas que compõem o perfume Otimismo.

No ambiente, os visitantes puderam experimentar e compreender como cada fragrância foi concebida por meio de imagens, cores, textos e cheiros inspirados e correspondentes aos temas abordados, com cúpulas que possibilitam aproximação olfativa com as fragrâncias em base de Aerogel.

Nesta edição, a casa de fragrâncias Mane se inspirou no camaleão para traduzir a versatilidade, a adaptação e o poder de transformação da empresa, capacidade indispensável neste cenário de crise econômica e insegurança política. Milena Siqueira, explica o paralelo estabelecido com o universo das fragrâncias: “Assim como o camaleão se adapta, se ajusta e se transforma em diferentes ambientes, as fragrâncias também se comportam de forma individual em cada pele”.

A empresa proporcionou em seu estande uma experiência olfativa com os ingredientes (pimenta do Nepal, lavanda, rosa e vetiver) da fragrância do perfume sólido criado especialmente para o evento por meio de tecnologias exclusivas.

O destaque da Scentec, casa de fragrâncias que trabalha exclusivamente em parceria com a IFF, foram as fragrâncias para produtos de cabelo inspiradas nas tendências Hairceuticals, Mulheres Maduras e Beleza Ativa.

Para a tendência Hairceuticals, que se refere aos tratamentos profundos visando à restauração e saúde dos fios, foram três sugestões de fragrâncias: Purification (oriental wood), celticals (oriental green) e Medicin (gourmand).  Já para Mulheres Maduras, tendência que reconhece uma nova forma de envelhecer, com mulheres mais ativas  e que valorizam a beleza em qualquer idade, as fragrâncias criadas foram: New Age e New Life (florais Frutais), Freedom (floriental frutal), e Bouquet (Floral).

Para corresponder à Beleza Ativa, tendência de produtos com apelo fitness e que beneficiam as rotinas nas práticas esportivas, as criações foram Feeling (floral Frutal), Energy e Vitality (citrus) e Peace (citrus floral).  “São fragrâncias inéditas que traduzem essas tendências e os públicos-alvo. Elas ressaltam os atributos desejados no produto e reforçam a identidade da marca”, explica Taty Egligleisa, gerente comercial, reforçando que os projetos de fragrâncias atrelam a visão de marketing e P&D, com fragrâncias inéditas.

Inspiração brasileira

As tendências capilares também foram o foco da casa de fragrâncias Kaapi, que se inspira nas riquezas da biodiversidade brasileira para suas soluções criativas na área de perfumação. Paulo Daher, consultor comercial da companhia explica que a Kaapi faz uma interpretação diferenciada das tendências. Ele cita como exemplo o processo de criação das fragrâncias que traduziam a tendência gourmand aliada aos atributos naturais dos produtos. “No processo de criação da fragrância inspirada no coco, nossos perfumistas foram buscar a experiência olfativa do momento em que o coco é partido, ou seja, uma proposta totalmente diferenciada”.

Ele conta que fragrâncias baseadas em ingredientes clássicos da perfumaria, como a rosa, ou mais recentemente empregados, como o buriti e o pequi, ganham sempre uma versão exclusiva. “Temos uma visão única para entender esses cheiros, a partir de referências diferenciadas e atribuindo-lhes uma identidade cosmética às fragrâncias para hair care, como é o caso das que estamos apresentando aqui na feira”.

A Vollmens Fragrances foi buscar reconhecidos ingredientes ao redor do mundo para compor a paleta olfativa dos perfumistas Luciana Bergamasco, Edison Fujita e Alfredo Monteiro. As criações puderam ser conferidas no túnel sensorial instalado no estande. Natália Mendes, diretora de marketing, explica que a criação partiu de três ingredientes muito explorados na perfumaria: a mimosa, o patchouli e baunilha.

A casa de fragrâncias também apresentou no evento seu mais recente lançamento: as Caps Dry. “Estas cápsulas de fragrância são uma excelente alternativa para perfumação de ambientes e até para solados perfumados de calçados”, ressalta Natália.

Frascos multicoloridos

A Wheaton Brasil mais uma vez surpreendeu os visitantes com novas formas e técnicas de decoração de frascos. A empresa lançou na feira dois novos formatos para perfumes em sua linha standard. A gerente de marketing, Vanessa Misquini, também destacou outras duas novidades da empresa: a utilização da tinta camaleão automotiva para a pintura de frascos e o silk screen multicolor. “A técnica permite utilizar quatro cores em uma passada só”, ressalta.

Eficácia comprovada

A IPclin participou da feira para apresentar toda sua  gama de estudos clínicos de eficácia e segurança em produtos cosméticos, nutracêuticos e medicamentos. “Contamos com profissionais qualificados das mais diversas áreas (Dermatologia, Ginecologia, Oftalmologia, Pediatria, Química e Farmácia). Temos um portfólio de estudos com metodologias de alta tecnologia para suportar os apelos mais variados atestando a segurança e a eficácia”, ressalta o sócio-diretor Cassiano Escudeiro.

Conhecimento compartilhado 

Uma das principais apresentações durante o 30º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, realizado em paralelo à FCE Cosmetique, foi a palestra “Cosméticos Halal – uma tendência em expansão”, apresentada por Dib Ahmad El Tarrass, gestor de Desenvolvimento do Halal Industrial da FAMBRAS – Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, e Elaine Franco de Carvalho, auditora líder do Setor Halal Industrial. A FAMBRAS é a entidade que emite esse tipo de certificação no país.

Indústrias que possuem esse selo atestam a ausência dos ingredientes proibidos pelos preceitos islâmicos, garantindo a obtenção ética de insumos cárneos de caprinos, aves, bovinos e ovinos, e a ausência de ingredientes baseados na carne suína, além da utilização mínima de álcoois. O mercado halal já movimenta US$ 2,5 trilhões por ano no mundo todo, em segmentos como alimentação, vestuário, produtos cosméticos e farmacêuticos.

Para El Tarrass, uma das principais surpresas que as indústrias têm ao buscar a certificação é a descoberta de que seus produtos, como suco de maçã, exemplo dado pelo palestrante, podem conter até mesmo DNA suíno em sua composição. Agora, companhias brasileiras com pretensão de crescer no mercado exterior buscam cada vez mais a certificação, já que a comunidade islâmica representa globalmente 1,6 bilhão de pessoas. O nicho vem ganhando força não apenas entre os seguidores do islamismo, mas também entre consumidores veganos, e outros que procuram produtos menos processados e com garantias éticas. “A FAMBRAS já fez do Brasil o maior exportador de carne halal do mundo. Mas é importante garantir que a entidade certificadora é reconhecida em todos os países que exigem essa garantia”, alertou Elaine Franco de Carvalho. A meta agora é tornar o país um líder na exportação de produtos cosméticos também.

Luxo inovador

Amy Wyatt

A presença de Amy Wyatt, vice-presidente de pesquisa e inovação da Chanel, atraiu muitos interessados em ouvir suas colocações sobre inovação no mercado de luxo. “Em média, demoramos dois anos para lançar um produto. Tempo acima da média do mercado, porque além de entregar algo que seja único, queremos garantir que seja perfeito para o consumidor”, conta a executiva. A marca investe em ideias que não necessariamente surgem de seus especialistas.  “Ideias de outros profissionais de diversas áreas, que se sentem inspirados pela criação, ganham voz para serem estudadas e testadas”, diz Amy. “Na nossa estratégia de inovação também contamos com a concorrência. Trocamos tecnologia, mas construímos de maneira diferente”.

Estímulo aos sentidos

Charles Spense

O aroma, a textura e até o formato da embalagem devem ressaltar na consumidora de um creme facial, por exemplo, que o efeito de maciez e tonicidade da pele melhora muito depois da sua aplicação. Esse é o objetivo de experimentos realizados através de estudos usando a neurociência com estímulos multissensoriais, segundo palestra de Charles Spense, professor do departamento de Psicologia Experimental da Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Spenser presta consultorias a inúmeras empresas e as ajuda a desenvolver produtos usando o chamado marketing sensorial, trabalhando com o estímulo de sensações cruzadas a fim de reforçar o efeito principal de determinado produto. Um lenço de papel que precisa ter como principal qualidade sua maciez pode vir aliado a uma fragrância que induz o usuário a reconhecer que aquela marca de lenço especificamente é mais macia do que outra. “Nós tentamos levar aos desenvolvedores de produtos algumas técnicas a partir de estudos em laboratórios e em experimentos com pessoas oferecendo estímulos aos sentidos e procurando inter-relacioná-los”, afirmou.

Cosméticos e o câncer

Entre os destaques do Congresso Brasileiro de Cosmetologia,  a química farmacêutica Lídia Morus, presidente da Felascc – Federación Latinoamericana de Sociedades de Ciências Cosméticas e diretora do laboratório Dermagroup, com sede no Uruguai, falou sobre os cosméticos para pacientes com câncer, suas necessidades específicas, a necessidade de ser encarado como um novo nicho e a responsabilidade social que o tema carrega, já que produtos apropriados para pacientes com câncer podem ajudar na recuperação da autoestima.

“As células mais afetadas pelos tratamentos como quimioterapia e radioterapia são as de rápido crescimento no corpo, ou seja, a pele, as unhas e os cabelos. Entre as sequelas mais comuns naqueles em tratamento estão a pele muito seca, eczemas, dermatite, acne, ressecamento nasal, irritação, coceira, manchas, aumento da sensibilidade ao sol e perda de cabelo”, explicou.

Mercado de luxo e os millennials 

A importância de uma boa comunicação com os millennials para o crescimento das marcas de luxo foi ressaltado por Larissa Messias, diretora de Recursos Humanos para o Brasil do Grupo Estée Lauder, dona de marcas como MAC, Tom Ford, Smashbox, Ermenegildo Zegna e DKNY. “O consumidor de luxo quer cada vez mais edições limitadas e serviços e produtos que ainda não foram lançados no mercado de massa. É como um clube dentro de um clube”.

“Ao mesmo tempo, observamos que a classe média que outrora tinha medo do preço, e por isso nem entrava nas lojas, já conhece mais produtos como os nossos. Nesse contexto, é importante conhecer os millennials porque eles valorizam muito mais a experiência do que a posse dos produtos, e 34% da população do Brasil é composta por esse público, geralmente, indivíduos nascidos entre os anos 1980 até o final dos anos 2000”.

Para a executiva, o consumidor de todas as faixas está abandonando grandes experiências massificadas, e buscando compras mais genuínas, que dão ao comprador uma sensação de personalidade. Ela cita como exemplo de movimento nesse sentido, o treinamento especial dos funcionários da MAC, que passam dois anos estudando técnicas de maquiagem e são chamados de makeup artists ao final do preparo. “Quem entra em uma loja da MAC e deseja aprender como a Kim Kardashian se maqueia, vai ter esse atendimento dos funcionários. Quem quiser apenas olhar os produtos, pegar um batom e ir ao caixa, também vai se sentir à vontade para isso”. 

Arena do Conhecimento 

Durante o painel de palestras aberto aos profissionais da indústria cosmética, especialistas desenharam a perspectiva do novo consumidor, e como as empresas devem estar sintonizadas para conquistá-lo.

A Indie Beauty, fenômeno do mercado global de beleza, foi o tema abordado pela diretora de Tendências e Marketing da BeautyStreams,

Fernanda Pigatto

, que destacou que nos Estados Unidos, as marcas indies cresceram quatro vezes mais do que as grandes marcas de cosméticos, mesmo representando apenas 7,3% do mercado. Os protagonistas dessa tendência são os influenciadores digitais. De acordo com Fernanda, as bloggers e vloggers especializadas em beleza são as grandes responsáveis por esse crescimento, pois testam as marcas e indicam aos seus seguidores.

Ela explica que o consumidor se identifica muito mais com o blogger que segue nas redes sociais, por exemplo, do que com a marca em si, e esta tem sido a estratégia de sucesso: os grupos de indie brands criam produtos em parceria com influenciadores online. Além disso, de acordo com Fernanda, as blogueiras ensinam os consumidores a serem mais conscientes de sua fisiologia, ou seja, buscar produtos mais específicos para suas características étnicas e de estilo de vida.

Isabella Zakzuk

A P&G apresentou na Arena do Conhecimento do último dia de feira a palestra “Como revolucionar o mercado de pós-xampus”. As executivas Isabella Zakzuk, Marketing, Fabric Care e Hair Care, e Anne Ostetto, gerente de Trade Marketing, contextualizaram o cenário de cuidados com os cabelos na América Latina com foco no Brasil.

A região é bastante promissora no ponto de vista global. Nada menos que US$ 11 bilhões são gastos em tratamentos capilares por ano, o que corresponde a 22% da fatia mundial, considerando que só o Brasil consome metade desse total.  “Cada país tem uma rotina diferente de cuidados com os cabelos, baseada na cultura e diversidade étnica”, conta Isabela Zakzuk. “Diferente do Brasil, o México consome apenas shampoos, porque acredita que condicionador faz mal aos cabelos”, exemplifica Anne Ostetto. No entanto, o fato das mulheres brasileiras acreditarem que podem ficar mais bonitas com o uso de bons produtos de tratamento para os cabelos é um diferencial. Por esse motivo, a categoria de produtos pós shampoo, assim como qualquer etapa depois da limpeza, como condicionador, máscara de tratamento, ampolas e cremes para pentear, continuam em expansão no país.

Estudos seguros

O NIT Mantiqueira – Núcleo de Inovação Tecnológica Mantiqueira levou à Arena do Conhecimento da FCE Cosmetique cientistas do CNPEM, o Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais (entidade associada ao NIT), que mostraram como os estudos científicos atuais podem contribuir para o desenvolvimento de produtos melhores e mais seguros para os seres humanos.

O médico e pesquisador Eduardo Pagani apresentou a tecnologia já batizada de human on a chip, que utiliza diversos tecidos de órgãos, cultivados em laboratório, em arranjos que simulam a morfologia e a funcionalidade dos órgãos humanos. Dessa forma, além de diminuir cada vez mais o uso de animais em testes de laboratório, será possível analisar a eficácia e toxicidade de produtos de maneira cada vez mais individualizada. “Essa tecnologia é revolucionária e pode ser utilizada em testes farmacológicos e cosméticos, na produção de carne artificial e até, no futuro, produção de órgãos humanos inteiros, com a diferença de que, quando esse tecido é produzido a partir do seu próprio material genético, uma vez transplantado a rejeição do seu corpo será nula”.

Anote na sua agenda, a FCE Cosmetique 2018 será realizada de 22 a 24 de maio de 2018!

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos canais

Parceiros