Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin
Cosmetic InnovationArtigos Técnicos DestaqueA eficácia “Vitamina D-like” de um ingrediente ativo natural para benefícios cutâneos superiores

A eficácia “Vitamina D-like” de um ingrediente ativo natural para benefícios cutâneos superiores

  • Written by:

David Boudier, Gerente de Comunicação Científica; Emilie Lasjaunias, Gerente de Comunicação; SILAB, Brive, França

Atualmente, vários produtos cosméticos com o apelo “Vitaminas” estão disponíveis no mercado. Devido à difícil etapa de estabilizar as vitaminas em formulações, ingredientes ativos naturais são oferecidos com a eficácia das vitaminas:  uma “vitamina C-like”, com notáveis efeitos sobre o metabolismo da derme; uma “vitamina E-like” com uma forte propriedade anti-oxidante ou uma “vitamina A-like”, com alguns resultados positivos tanto no metabolismo da epiderme quanto da derme.

Até agora, nenhum ingrediente ativo foi proposto ao mercado cosmético com o benefício “vitamina D-like”, mesmo porque dependendo do âmbito regulátorio de cada país, a ação sobre a vitamina D não é um benefício permitido para cosméticos.

Vitamina D

A vitamina D, também chamada de “vitamina do sol”, desempenha um papel crítico no endurecimento ósseo, na regulação do sistema imunológico e auxiliando outras vitaminas e minerais importantes na realização de suas funções corporais.

90% da síntese da vitamina D é iniciada na pele sob o efeito dos raios UVB. Essa reação é influenciada por diversos fatores (Diehl et al., 2010), como fatores internos (idade, fototipo), fatores externos (intensidade da radiação UV) e fatores comportamentais (roupas, filtros solares, etc). Estudos epidemiológicos consistentemente concordam que a deficiência de vitamina D é um problema comum em todo mundo, incluindo a população asiática (Mithal et al., 2009). O alto predomínio da hipovitaminose D na Ásia, pode ser explicada pela pigmentação da pele e as roupas tradicionais. A poluição do ar e a pouca atividade ao ar livre são outros fatores desse problema na população urbana.

As ações biológicas da forma ativa da vitama D, calcitriol (Figura 1), são mediadas por um receptor específico, o receptor da vitamina D (VDR). Através desse caminho, a vitamina D regula muitos processos envolvidos na homeostase cutânea (Haussler et al., 2010). Mais precisamente, a vitamina D é fundamental para a regulação da rede de genes dedicados envolvidos no controle da diferenciação terminal da epiderme. Porém, com a idade, a síntese da vitamina D e desse repector específico (VDR) diminuem, que combinado com uma redução à exposição solar, resulta em um enfraquecimento da função barreira da pele.

figura-1

Figura 1: Vitamina D

Pesquisadores da SILAB desenvolveram um inovador e reestruturador ingrediente ativo, VEDERINE®, capaz de restaurar a capacidade endógena das peles maduras em estimular os mecanismos regulados pelo receptor da vitamina D.

Modelo in vitro

Estudos in vitro  foram desenvolvidos e conduzidos desde culturas de células monocamadas até modelos de epiderme 3D baseados em queratinócitos jovens e envelhecidos.  Os experimentos incluíram um controle positivo, o calcitriol,  forma ativa da vitamina D. Os efeitos na funcionalidade do receptor da vitamina D e suas consequências na função barreira foram avaliados.

Funcionalidade do receptor da Vitamina D

Durante o envelhecimento, a síntese do receptor da vitamina D (VDR) é significativamente reduzido. Uma redução de 29% no nível de VDR é notado em queratinócitos humanos envelhecidos, se comparados com queratinócitos humanos jovens.

Testado na concentração de 1% em queratinócitos envelhecidos, VEDERINE® aumenta significativamente a síntese de VDR em 32% e tem resultado similar ao produzido pelo calcitriol.

Rede molecular envolvida na diferenciação terminal dos queratinócitos

A vitamina D e seu receptor regulam numerosos processos fundamentais na homeostase da epiderme (Lu et al., 2005). Em particular, eles agem nos processos chaves que conduzem a formação de uma função barreira ótima e funcional.

Testado na concentração de 1% em queratinócitos humanos, VEDERINE® aumentou significativamente a expressão de genes (citoqueratina-1, involucrina, cistatina E/M e KLK5) envolvidos nos processos de diferenciação, cornificação e descamação (Figura 2). Assim, VEDERINE® estimula a rede de genes envolvidos no processo de diferenciação terminal dos queratinócitos com efeito similar ao produzido pelo calcitriol.

figura-2

Formação da função barreira

A qualidade e a funcionalidade da epiderme formada por queratinócitos envelhecidos são modificadas se comparadas com a epiderme formada por jovens queratinócitos.

Queratinócitos envelhecidos pré-tratados com 0,5% de VEDERINE® resultam em um aumento significativo da espessura da epiderme e da síntese de filagrina (Figura 3), e assim melhoram a capacidade dos queratinócitos envelhecidos em formar uma epiderme estratificada e funcional.

figura-3

Testes in vivo

Um estudo foi conduzido em voluntários para avaliar a capacidade de VEDERINE® em reforçar a função barreira e acelerar sua recuperação. O painel foi especificamente escolhido de uma população com alto risco de apresentar deficiência de vitamina D: mulheres com idade média de 65 anos, testadas durante o inverno.

Reforço da barreira da pele

Em comparação com o placebo, 3% de VEDERINE® levou à diminuição significativa da perda de água transepidérmica após sucessivas agressões com lauril sulfato de sódio (LSS); com 7 dias de tratamento e duas aplicações diárias (-14,35) e após 14 dias (-16,95). Esse efeito foi notado em 70% dos voluntários. VEDERINE® miniminiza a alteração da função barreira e reforça a barreira da pele das pessoas maduras.

Aceleração da recuperação da função barreira

Em comparação com o placebo e após 14 dias de duas aplicações diária a 3%, VEDERINE® contribuiu significativamente para uma rápida recuperação da função barreira após uma única agressão anterior com LSS. Após 4 dias de aplicações, a perda de água reduziu em 58%, mostrando assim a capacidade de VEDERINE® de restaurar a função barreira da pele madura.

Conclusão

Baseados nesses resultados, a SILAB desenvolveu o primeiro ingrediente ativo natural vitamina D-like disponível no mercado cosmético. VEDERINE®, rico em oligofrutanas obtidas e purificadas da raíz da chicória (Cichorium intybus), restaura a função do receptor de vitamina D danificado pela idade e estimula os processos chaves na diferenciação terminal da epiderme.

Blue cichorium chicory wild flowers on the field

Blue cichorium chicory wild flowers on the field

Por mimetizar o efeito da vitamina D, VEDERINE® ativa a capacidade endógena das células envelhecidas de restaurar a homeostase cutânea modificada pela idade e permite a construção de uma epiderme estratificada e funcional sem a exposição à luz UV.

Com o efeito “vitamina D-like” comprovado, a SILAB oferece um grande avanço em soluções de “vitaminas-like” para benefícios cutâneos superiores.

Bibliografia 

Diehl JW, Chiu MW. Effects of ambient sunlight and photoprotection on vitamin D status. Dermatologic therapy, 23, 48-60 (2010)

Haussler MR, A. Haussler CA, Kerr Whitfield G, Hsieh JC, Thompson P D, Barthel TK, Bartik L, Egan JB, Wu Y, Kubicek JL, Lownmiller CL, Moffet EW, Forster RE, Jurutka PW. The nuclear vitamin D receptor controls the expression of genes encoding factors which feed the « Fountain of Youth » to mediate healthful aging. J Steroid Biochem Mol Biol, 121, 88-97 (2010)

Lu J, Goldstein KM, Chen P, Huang S, Gelbert LM, Nagpal S. Transcriptional Profiling of keratinocytes reveals a vitamin D-Regulated epidermal differentiation Network. The journal of investigative dermatology, 124, 778-785 (2005)

Mithal A, Wahl DA, Bonjour JP, Burckhardt P, Dawson-Hughes B, Eisman JA, El-Hajj Fuleihan G, Josse RG, Lips P, Morales-Torres J; IOF Committee of Scientific Advisors (CSA) Nutrition Working Group. Global Vitamin D status and determinants of hypoVitaminosis D. Osteoporos Int. 2009 Nov; 20 (11):1807-20.

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos canais

Parceiros