Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationEuromonitor RadarFundo brasileiro que investe em Canabidiol é lançado

Fundo brasileiro que investe em Canabidiol é lançado

  • Written by:

Pesquisa feita pela Euromonitor prevê que as vendas legais da cannabis disparem 1.200% em 7 anos

O primeiro fundo brasileiro que investe em ações relacionados ao setor de maconha no exterior, promovendo estudos nas áreas de biotecnologia, medicamentos, cosméticos e outros produtos, foi lançado na última terça-feira (29/10/2019). O fundo Vitreo Canabidiol FIA IE investirá nos mercados financeiros dos Estados Unidos e do Canadá.

As aplicações oferecem ao investidor acesso a uma carteira de ações de empresas globais que exploram oportunidades com a legalização do uso da cannabis a partir de investimento mínimo de R$ 5.000,00.

É cobrada uma taxa administrativa de 1,5% ao ano mais 20% de taxa de performance. O valor mínimo para efetuar movimentações depois da aplicação inicial é de R$ 100,00, o saldo mínimo para permanecer no fundo. Para fazer parte desse fundo é preciso ser um investidor qualificado – que têm mais de R$ 1 milhão em aplicações financeiras – ou que possuem certificações aprovadas pela CVM como CEA, CGA, CFP, entre outras.

Pesquisa feita pela Euromonitor, empresa líder em pesquisas de estratégias para o mercado consumidor no mundo, prevê que as vendas legais da cannabis disparem 1.200% em 7 anos, gerando uma receita de U$ 166 bilhões em 2025. Em 2018, as vendas foram de U$ 12 bilhões.

Composição do fundo

A carteira do fundo Vitreo Canabidiol é composta por dois tipos de ativos: ETFs, que investem em ações no exterior em industrias ligadas à cannabis, e ações negociados em bolsa de valores no exterior que podem se beneficiar com iniciativas de legalização do uso medicinal e recreativo da cannabis.

Segundo o fundo Vitreo, o investimento é legal, pois os ativos da carteira são do exterior, de lugares onde é autorizado financiar a exploração de cannabis. Não há transgressão ao artigo 36 da Lei 11.343/06, que proíbe o financiamento e a exploração de cannabis no país, pois não tem relação com o setor no Brasil.

 

 

 

Fonte: Metrópolis 29.10.19

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros