Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationDestaque Tecnologia Verde & SustentabilidadeIngredientes são as estrelas da beleza limpa

Ingredientes são as estrelas da beleza limpa

  • Written by:

Origem, transparência, sustentabilidade e saúde prevalecerão cada vez mais nas escolhas dos consumidores

Por Estela Mendonça

A previsão da Future Market Insights é que o mercado global de cosméticos naturais feche 2019 com vendas de US$ 36 bilhões e alcance a marca de US$ 54 bilhões até 2027, com uma elevação anual de 5,2% durante esse período. Para a empresa de pesquisa londrina, esse boom é baseado principalmente na mudança da percepção dos consumidores em relação aos ingredientes naturais em seus cosméticos.

Segundo a FMI, o crescimento será impulsionado pela expansão dos canais de distribuição, o aumento do alcance do cliente online e a aposta de grandes varejistas em disponibilizar produtos de higiene pessoal premium nas prateleiras. “Além disso, o desenvolvimento de novos produtos, propagandas e o aumento da capacidade de gastos dos consumidores em produtos premium são fatores primordiais que impulsionarão o crescimento global do mercado de produtos naturais e orgânicos para produtos de higiene pessoal”, diz o relatório.

Skincare manterá no período o maior faturamento, seguido de perto pelos cuidados com os cabelos. “Isso significa que os produtos de cuidados com a pele e os de cuidados com os cabelos naturais e orgânicos responderão pela metade do mercado total de beleza natural e orgânica”, aposta a empresa. O desempenho é atribuído à demanda por produtos de rótulo limpo, juntamente com o aumento do número de consumidores preocupados com a saúde em todo o mundo.

Crescimento acima da média

Os dados da Nielsen também mostram que as marcas consideradas limpas em relação aos ingredientes cresceram 4,2%, comparadas àquelas sem esse apelo, que aumentaram 2,6% em 2018. Já as marcas sustentáveis ​​superaram todas, expandindo 5,8% no ano passado, segundo o estudo.

De acordo a Mintel, 44% dos consumidores de produtos naturais e orgânicos dos Estados Unidos dizem que vivem de forma sustentável. “Os consumidores tendem a desejar mais a sustentabilidade nas formulações, o que tem um impacto relativamente limitado nas pegadas de carbono em comparação com processos, uso do consumidor e descarte de produtos. É notável, então, que embalagens sustentáveis e negócios éticos e sustentáveis estejam nas mentes dos consumidores”.

Beleza azul

Um estudo da NPD observou que muitas marcas adotaram práticas ecológicas que se concentram em limitar os danos às pessoas e ao planeta, ao mesmo tempo em que oferecem transparência em torno de ingredientes e práticas comerciais. Entretanto, uma parte dessas marcas evoluiu ainda mais, avançando para o que é conhecido como Blue Beauty, que visa evitar danos e, ao mesmo tempo, considerar ou desfazer danos do passado.

“As marcas de beleza não podem ignorar as megatendências, como a vida ética, a vida saudável, os consumidores conectados e o multiculturalismo, que continuarão a gerar mudanças nos valores do consumidor. As marcas devem perceber essas mudanças não como ameaças, mas como oportunidades para alcançar e encantar novos e atuais públicos. Esses valores inconstantes dão às marcas já estabelecidas e emergentes oportunidades de se apresentar como um amigo com um propósito claro e uma história que transcende seus produtos nas mentes dos consumidores”, disse em artigo Kayla Villena, analista sênior da Euromonitor International.

Foco nos ingredientes

Este ano, no encontro Talk Science, que aconteceu na FCE Cosmetique, realizada em maio em São Paulo,  a analista da Factor Kline, Juliana Bondança, reforçou a importância que os ingredientes cosméticos vêm assumindo para dar base a outras inovações do setor. “O que percebemos no último ano foi uma maior demanda do P&D pelo setor de ingredientes para cosméticos, e como ele está moldando esse mercado. Vivemos uma era de minimalismo. Por isso, as pessoas buscam ingredientes mais funcionais e a eliminação daquele rótulo repleto de fórmulas que não se sabe a origem; as pessoas querem saber o que estão consumindo”, explica Juliana.

Com a incontestável maior participação dos fornecedores de ingredientes nas estratégias das marcas, eles estão cada vez mais envolvidos em desenhar soluções para apressar a entrada dos players de cosméticos nessa que talvez seja a maior transformação no mercado de beleza do século.

Contribuindo com o engajamento

Um exemplo desse empenho dos fornecedores de matérias-primas para acelerar o engajamento das marcas é a iniciativa Natural 4 Life da Embacaps, que atua na distribuição de especialidades químicas em todo o território nacional, oferecendo um amplo portfólio de ingredientes cosméticos. O conceito foi lançado na FCE Cosmetique e apresenta formulações que seguem os conceitos vegan, clean beauty, natural, organic e green.  “São produtos capazes de oferecer soluções eficazes para as pessoas que clamam por cosméticos sustentáveis, que respeitam a natureza e a vida”, explica Fabiana Smaniotto Krolikowski, gerente de marketing técnico da Embacaps.

“Depois de uma década de excessos, o natural surge como uma redenção”

“Do fim dos anos 90 para cá, vivemos a era da intensidade. As pessoas só se interessavam pelo que fosse mega, ultra, hiper ou power. Nesse contexto, aquela máxima que a gente cresceu ouvindo cabe como uma luva: ‘tudo que é demais faz mal’. Depois de mais de uma década de excessos, os sinais nocivos começam a aparecer e o natural surge como uma redenção, uma tendência de comportamento que cresce e dá início a um período de ruptura”, contextualiza.

Por que Natural 4 Life

O conceito Natural 4 Life, segundo Fabiana, baseou-se na representação das forças naturais de seus quatro elementos principais: ar, água, fogo e terra. “Eles são marcantes e essenciais às diferentes formulações e se encontram amplamente difundidos por tudo que existe no planeta Terra. É o equilíbrio perfeito”, justifica.

Conceito Natural 4 Life baseou-se nos elementos ar, água, terra e fogo

O material de divulgação traz as definições atualmente utilizadas para cosméticos que seguem os claims apresentados. De acordo com a peça, vegan compreende os cosméticos isentos de ingredientes de origem animal e que não foram testados em animais. Já os que se enquadram com clean beauty, são os desenvolvidos e produzidos sem quaisquer ingredientes tóxicos comprovados ou suspeitos, não necessariamente de origem natural, mas que prezam pela transparência.

Na definição de natural, de acordo com a referência COSMOS, são cosméticos formulados com ingredientes de origem natural, presentes na lista positiva. Classificados como % green são os que contêm no mínimo 50% de composição de origem natural, seguindo a naturalidade definida pela ISO 16128. Por fim, organic, que também se baseia no referencial COSMOS, incluem os produtos formulados com ingredientes certificados, que devem possuir 95% de matérias-primas orgânicas fisicamente processadas e que só podem conter os ingredientes sintéticos que estejam presentes na lista positiva e 20% do total da fórmula deve ser orgânica.

Primeira etapa

As formulações que exploram os elementos água e ar foram apresentadas na FCE Cosmetique. Já os elementos fogo e terra serão abordados no segundo semestre, na in-cosmetics Latin America.

Formulações apresentadas pela Embacaps na FCE Cosmetique, seguindo o conceito Natural 4Life

O Snow Breeze (vegan e 64% green), por exemplo, é um stick para lâminas. Para usá-lo, basta molhar e aplicar diretamente na pele, tornando o barbear ou a depilação com lâmina mais rápido, confortável e sustentável.  A formulação contém o Tinogard® CP, antioxidante na forma líquida, pronto para uso. “Altamente eficiente para estabilizar fragrâncias, ceras e óleos. Não volátil, ele evita o amarelamento e alteração de odor nas formulações”.

Já o Surfing the Clouds (78% green) é um sérum booster pro-aging, para ser usado puro ou na customização de cremes. Ele oferece efeito hidratante, lifting e de preenchimento imediato de rugas e linhas de expressão. Contém o bioativo Ultra Filling Spheres®, tecnologia da BASF. Trata-se da associação de ácido hialurônico de baixo peso molecular com Konjac, capaz de absorver 200 vezes seu tamanho em água. Restaura a pele de dentro para fora, revelando uma aparência mais jovem. A fórmula também traz o BELSIL® ECO DM 350, Dimeticone produzido pela WACKER, desenvolvido por um processo à base de biometanol, que respeita o meio ambiente.

A empresa compartilha ainda a formulação do Aquabio Shield (clean beauty e 51% green), um protetor facial FPS 30 livre de substâncias nocivas e que traz o bioativo Betapur™, que ativa o sistema de proteção natural da pele, reduz poros, melhora a aparência da pele oleosa e com acne, devolvendo a sensação de pele limpa e fresca. Fabiana explica que foram utilizados os filtros solares Tinosorb® A2B e Tinosorb® S Lite Aqua, moléculas de alta eficácia, desenvolvidas e patenteadas pela BASF. “São filtros dispersíveis em fase aquosa, que permitem sensoriais mais leves e que atuam como booster de proteção em formulações solares”.

Restauração celular

Outra sugestão é a máscara facial rejuvenescedora Divine Awakeness (vegan, natural e 87% green), tratamento intensivo para rugas e linhas de expressão, que restaura a função metabólica e mecânica das células da pele, revertendo os sinais de envelhecimento. “Foi desenvolvida para despertar a juventude da pele, aumentando hidratação, a densidade e a firmeza da pele e reduzindo rugas e linhas finas”. A máscara contém o Dermagenist™, bioativo desenvolvido pela BASF, aprovado COSMOS. É um extrato aquoso padronizado de folhas de manjerona, que restaura a função metabólica e mecânica dos fibroblastos, protegendo-os das modificações epigenéticas prejudiciais. É clinicamente comprovado para melhorar a densidade e firmeza da pele.

Complementando, a Embacaps destaca a solução antipoluição para todos os tipos de cabelos, Pinch of Storm (vegan, natural, organic e 94% green), uma formulação de cleanser detox capilar que protege o couro cabeludo e os folículos capilares dos efeitos nocivos da poluição, trazendo refrescância, vitalidade e hidratação. “O destaque da formulação é o Rambuvital™, bioativo antipoluição que doa hidratação e frescor prolongado aos fios, também evita o mau odor do couro cabeludo causado pela oxidação do sebo por agentes poluentes. Permite cabelos limpos, perfumados e vibrantes por mais tempo. Rambuvital™ é aprovado COSMOS”.

Para quem não pôde visitar a FCE Cosmetique, mas quer saber mais sobre o conceito Natural 4 Life e  as formulações sugeridas pela Embacaps, é só acessar o material aqui.

“A evolução faz parte da nossa essência e trajetória. Por isso, buscamos evoluir sempre, para assim oferecer a melhor solução aos nossos clientes, contribuindo com inovação e produtos de excelência para o mercado de cuidados pessoais”, garante Fabiana.

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros