Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationEmpresas & Negócios Novos produtosJulia Petit prepara o lançamento da marca de cosméticos Sallve

Julia Petit prepara o lançamento da marca de cosméticos Sallve

  • Written by:
O mercado de beleza brasileiro acaba de ganhar uma nova marca: a Sallve. Que pretende simplificar a rotina de cuidados com a pele e democratizar o acesso ao consumo e informação sobre beleza e tem no seu time de fundadores Julia Petit, um dos nomes mais influentes no universo de conteúdo de beleza no país, que assumo o cargo de Chief Creative Officer. Os primeiros produtos da Sallve já estão em fase de testes e formulação e devem ser lançados ainda em 2019.

Ao lado de Julia, que com o anúncio da nova marca deu fim ao seu ano sabático, estão Daniel Wjuniski (Chief Executive Officer), empreendedor de tecnologia reconhecido por escalar grandes negócios na internet; Marcia Netto (Chief Digital Officer), engenheira de alma e growth hacker de coração que domina a criação de comunidades digitais; e Juliana Shor (Chief Product Officer), desenvolvedora de cosméticos apaixonada por inovação em fórmulas e produtos.

O time de fundadodres decidiram unir forças e experiências em desenvolvimento de produtos, conteúdo digital, tecnologia e grandes audiências, e assim nasceu a Sallve, uma marca de cosméticos nativa digital brasileira que chega com o objetivo de criar produtos de alta qualidade, com fórmulas seguras, preços justos e co-criadas com os consumidores.

Este é o diferencial da marca que, “em um mercado ainda dominado por sete holdings donas de 182 marcas que controlam canais de distribuição e gôndolas, mas que assistem consumidores cada vez mais engajados digitalmente, com poder para direcionar decisões e a venda por e-commerce ganhar potência, a Sallve acredita na conversa direta e no desenvolvimento de produtos colaborativo com o público”.

A Sallve chega então para ser um lugar de troca de informação sobre beleza e de co-criação com os consumidores, já foram ouvidas 5.000 pessoas em um “compromisso de oferecer escuta ativa e entender as necessidades e vontades dessa audiência que percebe o cuidado com a pele como necessário, mas não se reconhece mais em um universo cheio de padrões, regras e preços altos”.

A marca quer democratizar o acesso a produtos e informação para ajudar as pessoas a fazerem melhores escolhas ao comprar um cosmético, além de tomar uma decisão com propósito, segurança e saúde. Por isso, todos os ativos a serem usados nas fórmulas dos produtos serão produzidos de forma sustentável, sem utilizar organismos geneticamente modificados (OGM) e cruelty free.

Fonte: Marie Claire

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros