Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationCiência e TecnologiaNovas pesquisas sobre microbioma cutâneo

Novas pesquisas sobre microbioma cutâneo

  • Written by:

Chega ao mercado nova abordagem para entender melhor as condições específicas da pele utilizando pesquisa do microbioma cutâneo.

Para quem trabalha com a indústria cosmética deve ficar atento às inovações e pesquisas científicas da área, inclusive quando o tema é sobre o microbioma cutâneo e suas tendências. Já pensou se houvesse uma nova abordagem para entender melhor as condições específicas da pele?

Hoje, a ideia já existe, e foi apresentada na última edição do Congresso Latino-americano e Ibérico de Químicos Cosméticos (Colamiqc) pela DSM, empresa que fornece soluções inovadoras para nutrição humana, nutrição animal, cuidados pessoais, entre outros.

“O objetivo era que comparássemos a situação que temos agora na pele, particularmente por um parâmetro físico, como por exemplo, a secura, que significa a perda transepidérmica de água, hidratação, pH e sebo com o microbioma”, explicou Mathias Gempeler, diretor global de Ciência e Promoção de Cuidados com a Pele da DSM.

Nesse trabalho, a empresa conseguiu mostrar que, durante a pesquisa com os voluntários e grupos diferentes, se os tratassem com um produto específico, conseguiriam ver mudanças na pele, na perda de água transepidérmica e também no microbioma.

O executivo anunciou durante o congresso que o grupo esteve envolvido nos últimos dois anos em novas pesquisas sobre o microbioma e a saúde da pele. “Se você olhar para o que é publicado hoje, não há muita coisa falando sobre dados reais quando se trata do microbioma’, completou.

Segundo publicação sobre tendências da Mintel, principal agência de inteligência de mercado do mundo, as marcas vão deixar de se destinar aos consumidores baseadas em idade, gênero ou tipo de corpo à medida que os consumidores exigem cada vez mais uma beleza personalizada de acordo com suas questões individuais.

Nesse sentido, o projeto é uma excelente notícia para as empresas que estão de olho no mercado de personalização cosmética e formulações direcionadas à diversidade do microbioma da pele. Assista o vídeo abaixo para entender um pouco mais sobre o tema:

Fonte: Talk Science 

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros