Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin
Cosmetic InnovationDestaque Matérias Especias Sem categoriaPotencial de consumo de produtos antiqueda é subaproveitado no Brasil

Potencial de consumo de produtos antiqueda é subaproveitado no Brasil

  • Written by:
Consumidores desejam, mas oportunidades são pouco exploradas pelos fabricantes

Por Estela Mendonça

O mercado de produtos para queda de cabelos ainda é incipiente no Brasil e caiu nos últimos anos, segundo o Euromonitor. O instituto não tem números específicos desse mercado, mas, pelos resultados da categoria chamada “Hair Loss Treatment”, composta por produtos contendo substâncias para restaurar a queda dos cabelos e estimular o seu crescimento, excluindo os produtos que requerem prescrição médica, dá para se ter uma ideia da distância que o país registra em relação aos maiores consumidores mundiais desses produtos.

Com vendas que atingiram R$ 1,9 milhão em 2016, resultado incrivelmente 81% menor do que os R$ 10,7 milhões obtidos em 2011, de acordo com o Euromonitor, o Brasil amarga na 38ª posição do ranking mundial, liderado pelo Japão, seguido dos Estados Unidos, Alemanha e China.

PRODUTOS ANTIQUEDA – TOP 10 PAÍSESPRODUTOS ANTIQUEDA – TOP 10 FABRICANTES

Oportunidade pouco explorada

Ildiko Szalai, analista de beleza e cuidados pessoais do Euromonitor International

Ao contrário de significar falta de preocupação dos brasileiros com o problema de queda capilar ou restrições de renda para consumir produtos dirigidos a resolver o problema, esse cenário demonstra o enorme potencial de consumo ainda não explorado pelos fabricantes que atuam no mercado de hair care.

De acordo com Ildiko Szalai, analista de beleza e cuidados pessoais do Euromonitor International, em matéria publicada aqui no portal CI (acesse), a queda dos cabelos é uma área de hair care mal focada: “Enquanto inovações nos cuidados com os cabelos estão se tornando mais bem sucedidas em virtude de uma melhor segmentação por problemas capilares específicos, algumas áreas continuam inexploradas”. Szalai enxerga oportunidades tanto para tratamentos específicos antiqueda, como para produtos, como xampus e pós-xampus, com funcionalidade preventiva.

De acordo com o analista, tradicionalmente considerada como um problema dos homens, a calvície pode afetar as mulheres também. Esta seria outra área onde as

Francisco Santin de Souza, gerente de Negócios na Silab South America

empresas poderiam estar atuando melhor. “Embora a base de consumidores do sexo feminino seja menor quando se trata de produtos para perda dos cabelos, as mulheres são usuárias mais assíduas dos produtos desenvolvidos para tratar o problema”, observa.

Francisco Santin de Souza, gerente de Negócios na Silab South America, aponta outro aspecto que também sinaliza oportunidades no segmento antiqueda: “Apesar do baixo desempenho da categoria, os produtos masculinos estão vivenciando um boom de consumo. Dados mostram que este mercado duplicou nos últimos 5 anos no Brasil, acompanhando uma tendência mundial”.

Terapia capilar

Para Patrícia Andrei Saslavsky, diretora Técnica da PAS Consult, consultoria em desenvolvimento de produtos e marketing, a terapia capilar começa a ganhar força no campo da cosmética.  “Anteriormente, ela fazia parte apenas do mundo capilar; hoje, ingressou com tudo no mundo da estética o tratamento cosmético do couro cabeludo, associado ao tratamento cosmético dos fios de cabelo”, avalia.

“O uso de equipamentos de laser e ledterapia estão cada vez mais frequentes, associados aos dermocosméticos antiqueda, assim como o uso do microagulhamento estético associado aos dermocosméticos indutores. O boom na área de terapia capilar antiqueda é notável, com o aumento da procura por tratamentos estéticos em clínicas e salões, assim como pela procura por desenvolvimento de cosméticos com esta finalidade”, afirma Patrícia.

Hairceuticals

A Mintel também aposta na tendência de ascensão de produtos como os hairceuticals, com ativos de alta performance e resultados cientificamente comprovados. Pode-se dizer que eles equivalem aos dermocosméticos para a pele, só que para tratar problemas como queda, afinamento e ressecamento excessivo dos fios.

A denominação vem da união das palavras hair (cabelo) e pharmaceutical (farmacêutico), o que remete a uma associação entre cosméticos e medicamentos

Kérastase

Um exemplo desse conceito é a marca Kerastase, da L’Oréal, que criou rituais luxuosos e produtos de alta performance para um couro cabeludo saudável e fios impecáveis. Para queda especificamente, a marca lançou no final do ano passado o Kerastase Specifique Cure Intensive Anti-Chute, ampola de tratamento antiqueda que promete interromper a queda e estimular o crescimento.

Sua formulação associa Aminexil, que inibe o acúmulo de colágeno e o enrijecimento na raiz, para impedir o envelhecimento prematuro do folículo, e a Ramnose, que estimula a atividade biológica dos fibroblastos para melhorar a qualidade do couro cabeludo.   A aplicação diária da ampola é recomendada nos picos sazonais de queda (primavera e outono) em um programa de seis semanas.

Boné e sérum

A Cosmedical, que comercializa o boné Capellux, com 198 leds de 660 nm, que irradiam todo o couro cabeludo, prometendo acelerar o crescimento dos fios e interromper a queda, lançou o sérum antiqueda Bioxsine, formulado com o  Biocomplexo B11, composto de ervas, hipoalergênico e que não apresenta efeitos colaterais.

 

“O biocomplexo B11 ajuda a prevenir a queda dos cabelos, graças à sinergia de seus componentes, enriquecidos com flavonoides, beta-sitosterol, ácidos graxos não saturados, zinco, vitaminas (A, B1, B2, B5 e B9) e minerais como magnésio, potássio, cálcio e ferro”, explica Victor Oliveira, diretor de marketing da Cosmedical.

Segundo Vitor, o biocomplexo age como um inibidor natural da queda, impede a ligação da DHT (di-hidrotestosterona) ao folículo piloso (que provoca a miniaturização do fio e queda) e estimula as células capilares. “O produto ainda regula a circulação do sangue nos folículos pilosos, melhora a nutrição da raiz do cabelo e aumenta a resistência e a espessura dos fios”, comenta.

De acordo com o diretor, o sérum deve ser aplicado em três fases. “Na primeira, que dura 8 dias, é necessário aplicar uma ampola a cada dois dias, após limpeza. Com a conclusão dessa fase, há uma diminuição do processo de perda de cabelo”, explica. A etapa seguinte é chamada de “fase de apoio”, em que duas ampolas devem ser aplicadas por semana. “A duração é de 12 semanas. A perda de cabelo é interrompida, o cabelo fraco é revitalizado, ganha volume, resistência, força e brilho”, comenta. A última fase é de manutenção, uma ampola deve ser usada por semana, com duração de 24 semanas.

Solução nanoencapsulada

A Extratos da Terra também tem novidades. A marca acaba de lançar a linha Terapia Capilar, composta por xampu, condicionar e tônicos. O principal produto da linha é o Tônico Nano Hair, que contém Nanogrow (ativo nanoencapsulado), uma seleção de aminoácidos, vitaminas do complexo B e proteínas nanoencapsuladas, que agem no bulbo capilar aumentando a oxigenação e a nutrição no local específico em que ocorre a queda. Contribui no aumento da fixação do fio no couro cabeludo, fazendo com que não se desprenda facilmente. Possui ação estimulante, promovendo o crescimento e diminuição da oleosidade e da coceira.

O Tônico Antiqueda também acompanha o kit e tem a função de reduzir a queda em um estágio inicial e de fortalecer os fios. O uso do produto diariamente impede a perda anormal e constante dos cabelos. Foi desenvolvido por meio de uma seleção de ativos que promove o fortalecimento e um couro cabeludo mais saudável. Possui Trichogen, com ação antiqueda, por promover a nutrição e suprir a deficiência das vitaminas pontualmente na fibra capilar.

Para complementar o tratamento, a Terapia Capilar conta ainda com o Shampoo Fortalecedor, rico em oligoelementos, responsáveis por proporcionar mais resistência aos fios, e um complexo de extratos vegetais que estimula o folículo capilar, auxiliando no crescimento saudável das madeixas e na diminuição da queda. Já o Condicionador possui ativos essenciais que detectam precisamente as regiões enfraquecidas e danificadas do cabelo.

Solução bioativa

A Floraviva Cosméticos é outra empresa que está apostando no mercado antiqueda e lançou a Terapia Capilar, que combate a perda dos fios com produtos compostos por nutrientes extraídos da natureza. Os cosméticos são bioativos, substâncias de origem biológica que combatem caspa, queda e dermatite seborreica, atuando também na restauração dos fios e revitalização da fibra capilar.

Segundo Cristina Marchetti, sócia-diretora da Floraviva, o tratamento começa pelo processo de limpeza com o xampu esfoliante, que é composto por esferas de melaleuca e extrato de aloe vera, que remove os resíduos presentes no couro cabeludo, além de tonificar e aumentar sua oxigenação. Na segunda etapa é preciso utilizar o xampu que contém colágeno, elastina, extrato de própolis e vitamina E. Sua função é prevenir doenças do couro cabeludo, regular oleosidade, fortalecer o bulbo capilar e estimular o crescimento de novos fios, que serão nutridos e fortificados com a queratina.

 “As massagens, em conjunto com a ação dos produtos, removem todas as impurezas do couro cabeludo, ativando sua oxigenação e estimulando o crescimento dos fios. A partir da quarta aplicação já é possível perceber mudanças”, comenta.

Pesquisas avançam

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, em um estudo publicado este mês na Nature Cell Biology, afirmam terem identificado uma nova maneira de ativar células-tronco em folículos capilares, a fim de recuperar o crescimento dos cabelos. O pode levar a novas drogas capazes de promover o crescimento capilar em pessoas com calvície ou alopecia.

Os pesquisadores bloquearam, geneticamente, a produção de lactato em camundongos e descobriram que isso evitou a ativação da célula-tronco dos folículos capilares e, em seguida, aumentaram, também geneticamente, a produção de lactato nos camundongos, o que acelerou a ativação das células-tronco dos folículos.

“Antes disso, ninguém sabia que aumentar ou diminuir o lactato teria um efeito nas células-tronco do folículo piloso”, disse William Lowry, professor de biologia molecular, celular e de desenvolvimento. “Uma vez que vimos como a alteração da produção de lactato nos camundongos influenciou o crescimento dos pelos, isso nos levou a buscar medicamentos potenciais que poderiam ser aplicados à pele e ter o mesmo efeito”.

Os pesquisadores identificaram duas drogas que influenciaram as células-tronco dos folículos capilares em camundongos, RCGD423 e UK5099 (saiba mais).

Alternativa natural

Um dos principais obstáculos para os fabricantes se aventurarem nesse mercado é oferecer uma solução realmente eficaz e com menos efeitos colaterais que os verificados nas opções de moléculas disponíveis, como oleosidade, surgimento de caspa, irritações da pele e até redução da libido.

“É justamente para preencher essa lacuna do mercado que a Silab propõe uma abordagem original e natural para a alopecia androgênica, que afeta até 30% dos homens abaixo dos 30 anos e mais de 50% dos homens acima dos 50”, explica Francisco Santin de Souza. A inovação, que contou com o desenvolvimento de um modelo próprio de papilas dérmicas de folículo piloso, auxilia a atividade biológica da papila dérmica e estimula o crescimento do folículo capilar para retomar o ciclo normal do desenvolvimento do cabelo: o HAIRGENYL®, um ingrediente ativo 100% natural, rico em peptídeos obtidos da levedura Pichia minuta isolada das flores de azaleia Rhododendron indicum.

Desenvolvido usando a extensa experiência da empresa em biotecnologia, o HAIRGENYL® atua aumentando a fusão mitocondrial, elevando a capacidade de produção de energia, que é utilizada para o crescimento do folículo piloso. Além disso, corrige a expressão anormal de moléculas de sinalização, que nos folículos capilares coordenam as ações dos fibroblastos da papila e de queratinócitos da matriz, a fim de garantir o crescimento dos cabelos. Na epigenética, que explica como o ambiente pode determinar a atividade genética, ele limita a atividade dos miRNAs, componentes ligados ao ciclo capilar, envolvidos na alopecia androgenética.

Testado ao longo de 8 meses em um grupo de voluntários do sexo masculino apresentando alopécia leve a moderada, com resultados a partir dos primeiros 3 meses de uso, HAIRGENYL® aumentou a densidade do cabelo e limitou a queda. Os fios ficaram mais espessos, mais resistentes e o couro cabeludo ficou mais densamente coberto. “HAIRGENYL® é uma solução tecnologicamente avançada que provou não somente combater a queda, mas promover a regeneração capilar. Trata-se de inovação que pode dar um novo impulso para despertar o adormecido mercado antiqueda no Brasil”, aposta.

Fabricado na unidade de biotecnologia da Silab, em Saint Viance, na França, HAIRGENYL® é  apresentado em pó isento de conservante, é fácil de formular, sendo que a quantidade recomendada varia de 0,05% a 0,5%, e  está em conformidade com os regulamentos cosméticos globais (Europa, Estados Unidos, Japão e China).

Leia também (Artigo técnico):
Combate natural à alopécia

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros