Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationDestaque Matérias Especias Tecnologia Verde & SustentabilidadeSe os recursos são escassos, a inovação é sem limites

Se os recursos são escassos, a inovação é sem limites

  • Written by:

Em tempos de novas demandas de consumo, a ciência dá uma mão à natureza para o desenvolvimento de ingredientes cosméticos inovadores e sustentáveis

Por Estela Mendonça

De acordo com o levantamento “Power Natural: vivendo intensamente, mas com saúde”, divulgado pelo Google no início do ano, o termo “natural” cresceu 70% nas buscas dos últimos 5 anos. Além disso, a procura por “faz mal” e “causa câncer” aumentou, respectivamente, 51% e 35% desde 2014.

A explicação é que atualmente há o encontro de duas macrotendências, em que uma entra em declínio e outra começa a se destacar: o excesso e a saúde tentam conviver em harmonia, fazendo emergir o que o Google chama de “power natural”. A busca pelo natural cresce, mas o cérebro continua precisando de estímulos.  “Hoje, o público presta muito mais atenção nos ingredientes daquilo que consome e procura comprar o que é mais saudável. Se um produto, além de natural, tiver ‘superpoderes’, já sai na frente da concorrência” diz o estudo.

Brincando de mãe natureza

Além de buscar produtos com apelo natural, os consumidores não abrem mão de eficácia e segurança de uso, especialmente no que diz respeito aos cosméticos. Somadas a isso, estão as questões ambientais. Para a Mintel, o conceito de ingredientes naturais está se expandindo para corresponder às demandas. Uma mudança são abordagens mais locais para o fornecimento de ingredientes e os desenvolvimentos baseados em biotecnologia para criar ingredientes seguros, puros, livres de alérgenos e eficazes por meio da ciência, substituindo a extração de recursos naturais.

Essa tendência, a Mintel chamou de “Brincando de Mãe Natureza”.  Sarah Jindal, analista sênior de Inovação e Insights de Beleza & Personal Care da empresa, explica: “O setor de beleza irá vivenciar as demandas conflitantes do consumidor faminto pelo natural e do encolhimento desses recursos naturais, e será através de um melhor aproveitamento das vantagens biotecnológicas que uma nova geração de produtos naturais aprimorados será criada”.

Ela reforça que atualmente os consumidores estão pesquisando e lendo mais sobre os produtos e serviços que adquirem. Como consequência, estão mais antenados com os desenvolvimentos na ciência e tecnologia e valorizam as certificações e os aplicativos para smartphones que fornecem informações sobre a segurança dos produtos e as fontes dos ingredientes.

Segundo o estudo, a trajetória de tornar mais locais as fontes dos ingredientes criará oportunidades para os consumidores protegerem e preservarem os recursos do ambiente em que vivem. Para alcançar as crescentes demandas dos consumidores por produtos puros e eficazes, será essencial uma dependência à ciência e tecnologia para o futuro dos produtos de beleza.

Beleza pura

A Beautystream, agência de tendências dedicada exclusivamente às indústrias de beleza e embalagem, reforça este movimento na tendência “Beleza Pura”. Com a tendência de sustentabilidade se tornando lugar comum, os consumidores começam a questionar o impacto dos produtos naturais em sua saúde.

“Beleza Pura” não é somente definida pelo seu nível de sustentabilidade, mas também se é um produto seguro para o consumidor ou não. “A lista de ingredientes precisará ser transparente e justificada. Caso algum ingrediente não possa ser substituído por um ingrediente natural, a maioria dos consumidores escolherá sua saúde ao invés de causar menos impacto ambiental”, diz o estudo.

Adaptação estratégica

Amanda Caridad, analista de marketing da Evonik

Mas muito antes dos produtos saírem dos estoques dos fabricantes para a casa dos consumidores, toda a cadeia tem se mobilizado para atender aos anseios desse novo consumidor. A Evonik, que chegou ao país em 1953 e que fornece ampla variedade de ingredientes e matérias-primas para a produção de cosméticos e produtos de cuidado pessoal, por exemplo, embora já operasse unidades de produção na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia, inaugurou, em 2014, na cidade paulista de Americana, sua fábrica brasileira. “A nova planta local nos permitiu satisfazer a crescente demanda por produtos locais sustentáveis na América do Sul, de modo mais rápido e direto no Brasil”, conta Amanda Caridad, analista de marketing da empresa.

Com a nova unidade brasileira, a Evonik passou a responder de modo mais rápido e específico às exigências de seus clientes. Os custos e a complexidade da cadeia de fornecimento e de logística também foram reduzidos. “O portfólio de produtos que a Evonik fabrica localmente se baseia em recursos renováveis que se encaixam nas exigências dos consumidores por maior sustentabilidade na produção de bens de consumo”, destaca Amanda.

Soluções completas

Outra decisão estratégica da Evonik, segundo Amanda, foi a aquisição, em maio do ano passado, da companhia alemã Dr. Straetmans, que atua no desenvolvimento de conservantes alternativos para a indústria cosmética. “Desde então, passamos a oferecer sistemas de formulação completos, incluindo a conservação”, justifica.

Na edição deste ano da In-cosmetics global em Amsterdã, a Evonik Dr. Straetmans apresentou um conceito de marketing inspirador, baseado na tendência contínua de um estilo de vida minimalista. A empresa mostrou  como produtos cosméticos naturais sofisticados podem ser formulados com apenas dez ingredientes e como criar texturas diferenciadas com fascinantes experiências sensoriais, sem comprometer a eficácia.

Dentro desse conceito, a Evonik Dr. Straetmans desenvolveu o dermosoft® decalact, uma linha de quatro ingredientes ativos multiuso e naturais com atividade selecionada contra microorganismos específicos que causam diferentes disfunções ou doenças da pele, como caspa, odor corporal ou pele oleosa e propensão a manchas.

Desafios de desenvolvimento

No que se refere ao desenvolvimento de ingredientes naturais, a companhia também coleciona bons exemplos, como a produção de glicolipídios completamente baseados em açúcares naturais, evitando-se o uso de óleos tropicais. “Os glicolípídios destacam-se pela geração de uma espuma densa e cremosa e por uma sensação agradável e natural na pele. Além disso, eles são capazes de solubilizar óleos essenciais com eficácia notável e são totalmente biodegradáveis”, explica Amanda.

O glicolipídio é produzido na natureza por uma bactéria comumente encontrada no solo e em corpos de água, mas os cientistas ainda estavam longe da produção fermentativa do material cosmético cru com seu incomum perfil de propriedade. Foi uma jornada que durou vários anos e exigiu a experiência dos especialistas da Evonik, que conseguiram transferir o metabolismo para uma bactéria inofensiva, sem a necessidade de uso de óleos tropicais.

A linha RHEANCE® de glicolipídios da Evonik também foi lançada na In-Cosmetics 2018, realizada em Amsterdã. “Derivado de um processo de fermentação ímpar, utilizando um hospedeiro de produção seguro e não patogênico, é baseado exclusivamente em açúcares como única fonte de carbono”, diz Amanda, ressaltando que RHEANCE® combina compatibilidade ambiental com alta performance em muitos aspectos. Em produtos para a pele, cabelos ou higiene oral, ele proporciona o máximo em suavidade aliado ao alto poder de limpeza, bem como propriedades eficazes de solubilização, enquanto oferece uma espuma densa, cremosa e com agradável toque suave.

Condicionamento premium

O agente condicionante capilar premium VARISOFT® EQ 100 é um esterquat líquido 100% ativo que também se destaca no portfólio natural da Evonik. Além de excelentes propriedades condicionantes, é livre de solventes, biodegradável e proveniente do óleo de canola. “Vale ressaltar que este agente condicionante pode ser empregado em formulações a frio, o que também reduz o consumo de energia”, frisa Amanda,

A executiva explica que o ingrediente atribui a diversas formulações capilares – incluindo condicionadores, sprays e máscaras capilares, xampus condicionantes e produtos de modelagem – uma significativa capacidade de condicionamento, lubricidade e maciez ao cabelo, superando os padrões líderes de mercado em avaliações sensoriais e medições técnicas. Também possui menor toxicidade ecológica, comparado ao benchmark comum.

Desodorante inteligente

Outro bom exemplo de alternativa natural da Evonik é o agente desodorante de origem vegetal TEGO® Cosmo P 813, “O ativo tem ação inteligente, pois age proporcionalmente à produção do suor e consequente proliferação bacteriana, combatendo as bactérias causadoras do mau odor”, descreve Amanda. “É 100% natural, extremamente suave e pode ser aplicado em uma variedade de formulações, sendo o substituto ideal para o Triclosan”, completa.

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros