Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationÚltimas Notícias

Transpiração excessiva no couro cabeludo

  • Written by:
Muitas pessoas sofrem com a transpiração excessiva no couro cabeludo, uma situação que pode causar, além de constrangimento, incomodo, por deixar uma sensação de fios sempre sujos e mal cuidados, principalmente durante o verão. O que muitos não sabem é que há uma boa opção terapêutica para ajudar no controle dessa situação.

Por Dra. Leila Bloch

O tratamento indicado, para ajudar no combate a hiperidrose, é a aplicação de uma substância muito conhecida por seu uso em tratamentos cosmiátricos: a toxina botulínica. Embora conhecida por suavizar as rugas, ela também tem outras indicações terapêuticas, entre elas, o tratamento da hiperidrose (excesso de suor).

A hiperidrose é caracterizada pelo suor excessivo, que acomete além do couro cabeludo, mãos, pés, axilas, virilha e face. O médico que faz o diagnóstico e o tratamento desse distúrbio é o dermatologista. Mas, em alguns casos é preciso indicar um cirurgião vascular, por ser necessária uma cirurgia chamada simpatectomia.

Mas nesse artigo, vamos falar sobre o tratamento da hiperidrose com a toxina botulínica que é um procedimento simples, relativamente rápido e é realizado no próprio consultório. Antes, porém, o dermatologista irá realizar uma avaliação médica específica, para definir qual a quantidade e concentração do produto a ser aplicado. O numero de aplicações (picadas) fica em torno de 100 a 200 pontos, mas não significa que esse seja um numero válido para todos os pacientes.

A aplicação da toxina botulínica, no couro cabeludo, também é uma opção para quem, apesar de não sofrer com a hiperidrose, se incomoda com o suor excessivo quando, por exemplo, faz atividade física na hora do almoço ou as mulheres que não querem lavar o cabelo todo dia após a academia. Em casos como esses, a aplicação da toxina botulínica deixa de ser um tratamento terapêutico e passa a ser um procedimento estético.

É importante esclarecer que, para algumas pessoas, o procedimento apenas irá proporcionar uma redução da sudorese, sendo necessário ainda lavar os cabelos após a prática de exercícios. Em compensação, haverá casos em que seja possível usar apenas um shampoo a seco, o que não era possível antes do tratamento, enquanto há pacientes que podem ficar com os cabelos intactos mesmo após a atividade física.

O importante é conversar com seu dermatologista expondo suas necessidades e expectativas e juntos definir o melhor tratamento para seu caso.

Gisele Bündchen estrela em nova campanha de Make B.

  • Written by:
O mundo costuma dizer às mulheres que elas precisam estar maquiadas – para serem aceitas, para sentirem-se valorizadas, para esconderem as suas imperfeições. Na nova campanha de Make B., a marca de maquiagem de alta performance do Boticário, a über model Gisele Bündchen se une a outras mulheres para afirmar que, na verdade, elas não têm a obrigação de estarem maquiadas, e podem brincar com as cores, as texturas e os looks que quiserem no dia a dia, lançando mão dos batons, das máscaras para cílios, das coberturas para pele e do que mais desejarem na hora de compor a própria beleza.

“Não preciso, mas quero”, é o conceito da campanha criada pela AlmapBBDO para o Boticário e a mensagem passada por Gisele Bündchen e o casting do filme “Rewind”, que estreia no dia 8/4, no intervalo do programa Fantástico. O comercial deixa claro que se maquiar é, antes de tudo, uma escolha e um momento de conexão de cada uma com a sua própria beleza, e não uma imposição.

Esta é a primeira vez que a modelo brasileira, número um no mundo, estrela uma campanha de uma marca nacional de beleza, que está em sintonia com a visão da modelo sobre beleza: “A maquiagem não tem que ser uma obrigação a mais, mas sim um auxílio para dar um up no visual, ajudar a disfarçar aquela cara de quem não dormiu tão bem ou levantar o astral. O gostoso da maquiagem é que quando queremos, podemos nos transformar no que quisermos e nos sentir maravilhosas”, afirma a über.

Ao final do filme, o conceito da campanha – #nãoprecisomasquero” – é verbalizado por Gisele Bündchen e posto no plural: “Não precisamos, mas queremos”. A mensagem reforça também o posicionamento do próprio Boticário, “Acredite na Beleza”, que difunde a crença no potencial transformador de se sentir bonita e de bem consigo mesma, e da capacidade de espalhar este olhar pelo mundo.

Aliando tendências, tecnologia e inovação ao cotidiano da mulher urbana moderna, Make B. atende os desejos de quem está sempre antenada e busca itens de maquiagem que entreguem sempre novidades com alta performance. A linha traz um leque de opções tanto para um look elaborado quanto para dar aquele toque que ressalta o que há de melhor em cada uma. “Nossos produtos entregam benefícios que atendem as expectativas mais exigentes. Sabemos que as mulheres não usam todos os itens de make no dia a dia, mas que todas têm aquele queridinho que não sai da sua nécessaire. Então, esse item precisa ser o melhor, oferecer a melhor performance, e é isso que priorizamos em Make B.”, explica Diego Costa, gerente da categoria de Maquiagem.

Para os diretores de criação da AlmapBBDO, Keka Morelle e Marcelo Nogueira, “Em 2016 a indústria da beleza testemunhou a mudança de atitude do consumidor no que se refere à autoaceitação. Várias celebridades postaram selfies em suas redes sociais com a hashtag #NoMakeUp. Nós concordamos que a beleza natural é válida. Mas também usar maquiagem não pode ser um problema. ‘Não use maquiagem’ pode ser proibitivo ou impositivo como o ‘use maquiagem’. A tendência para o futuro é o meio termo e o bom senso. A partir disso, criamos esta campanha para Make B.: Não preciso, mas quero. Eu posso escolher. É o meu direito. Afinal, maquiagem pode ser uma forma de autoexpressão”.

Fonte: Finíssimo

Natura ultrapassa Unilever e lidera setor de beleza no Brasil

  • Written by:
Depois de ter comprado a marca britânica The Body Shop por € 1 bilhão no ano passado, a brasileira Natura ultrapassou a multinacional Unilever, fabricante de marcas como Dove, e se tornou a líder de mercado no segmento de produtos de beleza e cuidados pessoais. A empresa brasileira terminou o ano de 2017 com market share (participação de mercado) de 11,7%, contra 11,1% da Unilever, que ficou na segunda colocação. Em terceiro lugar, aparece o Grupo Boticário, com 10,8%.

Os resultados foram divulgados pela empresa de pesquisas Euromonitor. Os dados englobam as principais fabricantes de produtos de beleza e cuidados pessoas no Brasil e o resultado final é feito levando em consideração o valor de vendas para o consumidor final. Todos os produtos de beleza e cuidados pessoais são computados no levantamento.

Em 2016, quando a Natura ainda não tinha comprado a The Body Shop, o cenário era inverso. A Unilever liderava com folga, com 12,6% de market share, o que lhe garantia 1,8 ponto percentual de distância para a segunda colocada, a Natura, com 10,8%. O Grupo Boticário continuava na terceira colocação, com 10,6% de participação de mercado.

A liderança registrada em 2017, porém, não é uma novidade para a Natura. A empresa chegou a ocupar a primeira colocação no segmento de produtos de beleza e cuidados pessoais até o ano de 2013. Em 2014, a multinacional Unilever assumiu a ponta e permaneceu até 2016.

Credenciamento FCE Cosmetique

Fonte: Gazeta do Povo

Barbie e Sephora lançam coleção exclusiva de maquiagem

  • Written by:
A vibe nostálgica dos anos 1980 acaba de invadir as prateleiras físicas e virtuais da Sephora. É que a marca de maquiagens acaba de lançar uma coleção limitada de produtos inspirados na Barbie.

O kit contendo máscara de cílios Outrageous Length, delineador Stylographic, paleta de sombras miniatura e um boné exclusivo vem em uma caixa que imita uma boombox retrô típica da década citada.

A novidade já invadiu as lojas online e físicas da Sephora Collection no mercado europeu. Ainda sem previsão para chegar ao Brasil.

Dove e Cartoon se unem em prol da autoestima jovem

  • Written by:
O Cartoon Network se uniu ao projeto Dove pela Autoestima para construir confiança corporal em jovens por meio de Steven Universo, série animada criada por uma mulher.

O acordo global amplia a iniciativa de Dove. O projeto nasceu em 2004 e existe em 140 países. Ele está comprometido em atingir 40 milhões de jovens até 2020, por meio de programas educacionais. Com Steven Universo, deve ampliar o alcance a 60 milhões de jovens.

A parceria terá seis curtas-metragens de animação dirigidos por Rebecca Sugar, criadora do Steven Universo. Os episódios foram baseados em evidências científicas da especialista em imagem corporal Dra. Phillippa Diedrichs, do Centro de Pesquisa da Aparência da Universidade do Oeste da Inglaterra. Também serão lançados uma música com o elenco do programa, um clipe e um e-book educacional.

Sophie Galvani, VP global da Dove, reforça que desde 2004, o projeto proporciona aos jovens as ferramentas e os recursos necessários para desenvolver a confiança e a autoestima corporal, para participar plenamente da vida e atingir seu completo potencial.

“Somos apaixonados por evoluir os tipos de mensagens que a próxima geração está recebendo por meio da mídia, e é por isso que estamos trabalhando lado a lado com os parceiros para levar o programa ao próximo nível. Estamos introduzindo novas ferramentas que nos permitem alcançar ainda mais jovens com conteúdo que não apenas eduque, mas também divirta. Ao fazer uma parceria com o Cartoon Network e com Rebecca Sugar, podemos criar novas maneiras de causar um impacto real em nossa missão”, afirma.

O objetivo da colaboração é educar os jovens sobre a confiança corporal por meio dos temas de inclusão e empoderamento, mundo e personagens. O projeto baseia-se em dados de que mais da metade das meninas não têm alta confiança corporal, condição que as levam a evitar passar tempo com amigos e familiares, a colocar sua saúde em risco e a deixar de participar de eventos.

Objetivo da colaboração é educar os jovens sobre a confiança corporal por meio dos temas de inclusão e empoderamento, mundo e personagens

“Sempre foi importante para nós que nosso conteúdo ressoe com nosso público e os capacite. Esta parceria é inédita em sua escala, alcance e ambição em fazer a diferença na vida de crianças ao redor do mundo”, diz Christina Miller, presidente do Cartoon Network.

Utilizando um modelo de intervenção em saúde pública, o Projeto Dove pela Autoestima se expandirá para além de oficinas estruturadas ministradas por adultos, levando conteúdo educacional diretamente aos jovens em uma escala nunca antes vista. E, no caso da parceria do projeto com o Cartoon Network, será o jovem espectador do Steven Universo, impactando positivamente sua autoestima e confiança corporal.

“Os desenhos animados são um meio poderoso quando se trata de empatia e compreensão, e é por isso que minha equipe e eu tomamos muito cuidado com Steven Universo para que reflita os problemas reais que afetam nosso público”, diz Rebecca, criadora da série.

Fonte: PropMark

Credenciamento FCE Cosmetique

Puma lança tênis inspirados em batons da MAC

  • Written by:
Em edição limitada, os modelos estarão disponíveis em três cores

Depois de anunciar em novembro do ano passado uma colaboração com a MAC, a Puma acaba de revelar o resultado da parceria inusitada. Em comemoração ao aniversário de 50 anos do clássico tênis Suede, a etiqueta esportiva vai lançar uma linha inspirada nos batons mais-vendidos da marca de cosméticos.

Serão três cores: Crème d’Nude, um tom neutro de pêssego; Lady Danger, um vermelho vibrante; eSin, um tom fechado de vinho. Disponíveis apenas nos Estados Unidos, os modelos começam a ser vendidos em edição limitada no site da Puma a partir do dia 17 de maio. Cada par custará 90 dólares.

Fonte: Estadão

Rodan+Fields classificada como a marca # 1 de cuidados com a pele nos EUA

  • Written by:
A Rodan + Fields, marca de cuidados com a pele de prestígio social, agora é classificada como a marca líder de produtos para skincare nos EUA e na América do Norte. Em 2017, a Euromonitor divulgou a receita da empresa, que ultrapassava US$ 1,5 bilhão, um aumento de 40% em relação ao ano anterior. Um gigante quieto na indústria da beleza, a Rodan + Fields é liderada por Diane Dietz, presidente e diretora executiva da empresa.

“Estamos incrivelmente honrados com o título de marca número um de cuidados com a pele nos EUA por dois anos consecutivos, e agora, também na América do Norte”, afirmou Diane. “Este é um testemunho dos resultados visíveis que nossos produtos oferecem, da nossa abordagem personalizada direta ao consumidor e do poder empreendedor de nossa Comunidade de Consultores. Esperamos, ansiosamente, que esse momentum tenha continuidade, e esperamos compartilhar nossos cuidados com a vida com mais consumidores em todo o mundo.”

A empresa, fundada por duas dermatologistas treinadas em Stanford, a Dra. Katie Rodan e a Dra. Kathy Fields, tem 10 anos de idade. Em 2007, a empresa realizou uma mudança, sem precedentes, saindo de lojas de departamento para o mundo do comércio social, a fim de materializar o que, na visão das médicas, funcionaria como a alternativa mais próxima de uma experiência profissional de skincare, fora de um consultório médico. Os produtos estão disponíveis através dos Consultores Independentes da Rodan + Fields e pelo site rodanandfields.com.

Além de ser nomeada a marca líder de cuidados com a pele nos EUA e na América do Norte, a empresa também foi nomeada a marca de Beleza e Cuidados Pessoais de mais rápido crescimento. Mais recentemente, a marca se expandiu para a Austrália. A Rodan + Fields espera continuar com um crescimento de dois dígitos durante os próximos cinco anos.

Fonte: CEW.com

Após crescer com aquisições, Coty busca mais espaço em desodorantes

  • Written by:
A multinacional de origem francesa Coty ganhou musculatura no mercado brasileiro com a compra, há pouco mais de dois anos, de 43 marcas da Procter & Gamble e da divisão de cosméticos da Hypermarcas.

De participação inexpressiva até então, tornou-se a oitava maior fabricante de produtos de beleza e cuidados pessoais do país em 2016, segundo a empresa de pesquisas Euromonitor. Em 2017, de acordo com seu presidente global, Camillo Pane, a companhia cresceu mais que o dobro do mercado. A expansão do setor foi de 2,7%.

“O varejo brasileiro está entre os cinco principais da empresa no mundo”, afirmou Pane. Com vendas em cerca de 150 países, a Coty tem faturamento anual próximo de US$ 9 bilhões. No Brasil, a prioridade agora é o crescimento orgânico, mas novas compras não estão descartadas.

As aquisições foram essenciais para a multinacional tornar-se líder em diversos segmentos no país. É a maior fabricante em esmaltes, com 30% do mercado, com a marca Risqué, que pertencia à Hypermarcas (agora Hypera Pharma, com foco em medicamentos) e também está em primeiro em cuidados masculinos, com Bozzano. Com Koleston, Soft Color (que eram da P&G) e Biocolor, ocupa o segundo lugar em tintura para cabelos, mesma posição que detém em hidratantes corporais com as marcas Monange e Paixão. Os dados são da empresa de pesquisas Nielsen.

Depois de ganhar mais peso nas vendas do grupo, a operação brasileira passou a ser relevante também no desenvolvimento de produtos. Em março, a Coty transferiu para Barueri, em São Paulo, seu centro global de pesquisa de desodorantes. A unidade ficava em Nova Jersey, nos Estados Unidos.

“Cuidamos desde a fragrância até a embalagem. Além disso, temos uma área de inovação que conversa com 20 mil consumidores por ano. Com essa estrutura temos mais agilidade para lançar produtos e certeza de que a aceitação será boa”, disse Nicolas Fischer, que comanda os negócios de varejo da subsidiária brasileira. As principais marcas de desodorante vendidas pela Coty no país são Monange, Bozzano e Adidas. Também são produzidas aqui as linhas Contouré, Avanço e Très Marchand.

O mercado de desodorantes movimenta cerca de R$ 10 bilhões por ano. Segundo dados da Nielsen, o país responde pelo consumo de uma a cada cinco unidades do produto vendidas no mundo. Outro levantamento, da Mintel, indica que o brasileiro usa cerca de quatro vezes mais o produto em comparação com as populações da Alemanha, dos Estados Unidos e da França.

Para acelerar a expansão nesse segmento, principalmente com Monange, Bozzano e Adidas, a Coty adotou uma postura mais agressiva de preços. Na liderança das vendas estão a Unilever, com Axe, Dove, Rexona e Suave (em 2016, a participação de mercado era de 45,8%, segundo a Euromonitor) e a Beiersdorf, dona da Nivea, que detém 14,8%. Entre os concorrentes estão ainda Natura, Boticário e Avon. Em 2016, a fatia da Coty era de 2,7%.

“A reformulação da Monange com posicionamento de preço mais baixo, ocorrida em 2016, ajudou a marca a obter um crescimento acima da média de mercado. Nesse contexto, a Avon também teve um bom desempenho, favorecida pelos consumidores que mudaram de marcas mais caras para outras mais acessíveis”, disse Alexis Frick, gerente de pesquisa da Euromonitor.

A Coty informa, sem citar percentuais, que é a terceira maior fabricante de desodorantes do país de acordo com dados da Nielsen.

Na categoria de esmaltes, a Coty deu o primeiro passo para tornar a Risqué uma marca internacional ao iniciar a exportação dos produtos para a Argentina. “O país vizinho é o segundo maior mercado de unhas na América Latina, com 22% das vendas, segundo dados da Nielsen”, afirmou Fischer.

Os executivos estão atentos às oportunidades de negócios na região e deixaram claro que outras marcas brasileiras do portfólio têm potencial para serem exportadas, sem revelar quais são as candidatas. Pane disse que é muito caro fazer um lançamento como esse, por isso é preciso ter certeza de sucesso e rentabilidade.

O presidente da Coty espera que o Brasil alcance a estabilidade política e tenha uma nova fase de crescimento econômico a partir deste ano. “Independentemente das turbulências, mantemos os planos de investir no Brasil”. Comedido para falar em cifras, o italiano, que atuou por 20 anos na Reckitt Benckiser não revela valores sobre a operação.

Questionado se a Coty ainda tem interesse na Avon – em 2012 a companhia fez uma oferta de US$ 10 bilhões pela fabricante de cosméticos americana – Pane preferiu desconversar. Disse que sua operação de vendas diretas é a Younique, comprada em 2017 e que atua no varejo on-line em dez países. Em 2012, a Coty chegou a estudar a compra no Brasil da Jequiti, do Grupo Silvio Santos, mas o negócio não avançou.

Fonte: Valor

Credenciamento FCE Cosmetique

Beleza Natural e Orgânica

  • Written by:
Por WGSN
Descubra cinco marcas naturais e orgânicas emergentes a fim de explorar esse segmento de mercado em constante crescimento

Análise

De acordo com a análise de mercado da Persistence Market Research, o negócio global de beleza natural e orgânica deverá crescer a uma taxa de 8,8% nos próximos sete anos, atingindo um valor de US$ 22 bilhões até 2024.

O segmento de skincare representará a maior fatia do mercado, com um share estimado em 30,9% até 2024, seguido por haircare, que se aproxima bastante do primeiro.

Com os consumidores cada vez mais preocupados com a saúde, os ingredientes cosméticos estão sendo finamente examinados, e seus clientes buscam transparência e honestidade das marcas que compram. Isso é favorável às marcas naturais, pois os consumidores podem entender mais facilmente o que estão colocando em sua pele, ajudando-os a tomar uma decisão bem informada e confiável.

Como resultado desse crescimento contínuo, uma infinidade de marcas emergentes deseja uma parte desse bolo. Aqui, destacamos cinco dessas marcas novatas, selecionadas por sua combinação de ética e estética.

Oy-L

Fundada por Andrea Pierce-Naymon depois que sua filha adoeceu devido às toxinas encontradas em produtos do dia-a-dia, a Oy-L dedica-se à transparência, sustentabilidade e fórmulas para skincare 100% livres de químicos, sem ftalatos, parabenos, pigmentos coloridos, conservantes, petrolato ou formaldeído. Os produtos não são testados em animais e a empresa se compromete a doar 15% das vendas dos sais de banho e dos esfoliantes corporais da marca para a Dysautonomia Internacional. As embalagens são sustentáveis sempre que possível, utilizando recipientes de vidro prontos para reciclagem ou reuso. On-line, a marca oferece aos clientes uma lista abrangente de todos os ingredientes aplicados, explicando os seus benefícios para a pele e para a saúde.

Pure Nut

Fundada no conceito de ”Farm to Face”, a linha de produtos para skincare Pure Nut, da NSW, na Austrália, usa óleo natural de macadâmia proveniente da fazenda de 50 acres da marca. Famoso por suas propriedades nutritivas e rejuvenescedoras, o óleo de macadâmia é refinado sem o uso de produtos químicos, removendo todos os ácidos graxos, peróxidos, cor, sabor e aroma. A marca lançou a sua própria iniciativa “Agradeça a um Fazendeiro”, uma forma de retribuição aos agricultores da Austrália, cuja subsistência está à mercê do clima. Esta iniciativa incentiva os clientes a comprar um “presente” para um agricultor, um luxo ao qual estes não poderiam ter acesso em tempos difíceis.

Ojai Wild

Com origem e produção californianas, o perfume Ojai Wild é criado usando plantas orgânicas e raízes colhidas na fazenda da marca, no Ojai Valley. Os ingredientes são eticamente colhidos de forma manual de árvores, arbustos e campos, depois são destilados para que os extratos crus possam ser removidos e combinados com óleos essenciais e absolutos, criando-se, ao final, uma coleção de quatro fragrâncias. Tampas de garrafa são feitas à mão usando-se madeira recuperada, escolhida para evocar os elementos naturais e crus no coração da colônia. Inspirado pela selvageria do Vale da Lua, na Califórnia, cada essência é projetada para complementar o almíscar natural do usuário, pareando-se a ele, em vez de mascará-lo, para encorajar as pessoas a se sentirem mais confortáveis com seu odor único.

Suki Suki Naturals

Projetada com o foco nas mulheres Millennials, a Suki Suki Naturals é uma marca premium e 100% natural, oriunda da África do Sul, de produtos para cabelos e cuidados com a pele. Todos os produtos são atrelados a o poder da Mãe Natureza, sendo a marca dedicada a evitar o óleo mineral, conservantes, parabenos, fragrâncias artificiais, sulfatos, ingredientes animais, ftalatos, formaldeído, petróleo, propileno, parafina e testes em animais. Celebrando o rico patrimônio e a flora de África, os ingredientes incluem raiz de marshmallow, açaí, papaia rosa, figo-da-índia e rosa mosqueta, todos escolhidos a dedo para ajudar na gestão e tratamento dos cabelos afro e da pele escura.

Ayuna

Com um slogan de “Menos é Beleza”, a Ayuna Skincare, da Espanha, foi fundada por dois veteranos da indústria que querem levar o conceito de beleza simples para as massas. Atualmente comercializada pela loja de departamentos Harvey Nichols, a marca reduz os cuidados com a pele ao essencial, usando apenas os ingredientes mais básicos. Desenvolvida para indivíduos conscientes tanto do ambiente quanto de si mesmos, a marca leva a sério a sustentabilidade, utilizando um método de cultivo para fontes naturais que aplica 99,9% menos água do que as práticas tradicionais. Processos biotecnológicos patenteados são usados para obter plasmas ricos em moléculas botânicas altamente concentradas, aproveitando o poder da natureza, enquanto a tecnologia verde da marca permite que o abastecimento de ingredientes não seja tóxico.

Traduzido por FLD Traduções

L’Oreal poderá assumir controle da sul-coreana Nanda

  • Written by:
Após a aquisição, em março, da ModiFace, empresa canadense especializada em inteligência artificial aplicada ao mundo da beleza, a L’Oréal poderá expandir, uma vez mais, o seu portfólio.

A gigante mundial da beleza foi eleita como o principal candidata a ter uma participação de 70% na empresa sul-coreana Nanda, especializada na distribuição de artigos de moda e cosméticos na internet. Esta operação – que a L’Oréal não comenta – é estimada em cerca de 400 mil milhões de won (303 milhões de euros), informou nesta quarta-feira o Korea Economic Daily.

Tal como a Unilever, que há sete meses tomou posse do grupo sul-coreano de cosméticos Carver Korea, ou a Estée Lauder, que em outubro de 2015 assumiu uma participação minoritária nas marcas coreanas Dr. Jart + e Do The Right Thing, a L’Oréal adere ao entusiasmo suscitado em todo o mundo pelas marcas de beleza coreanas, especialmente na Ásia e ainda mais particularmente na China.

A República Popular da China gera um forte crescimento para a L’Oréal, que em março passado nomeou Stéphane Rinderknech, diretor geral da L’Oréal na China, para o seu comité executivo. Uma chegada que acontece depois de, no ano passado, a Ásia-Pacífico registar o maior crescimento do grupo, um aumento de 12,3%, impulsionado pelo consumidor chinês, especialmente para a divisão L’Oréal Luxe na China e em Hong Kong.

A Nanda, cuja atividade começou na internet, antes de abrir lojas na Coreia do Sul, em Tóquio e em Hong Kong, conta com uma linha de vestuário, Style Nanda, e com a sua marca de cosméticos 3CE. A empresa registou, em 2016, um volume de negócios de 129 mil milhões de won (98 milhões de euros), contra 109 mil milhões no ano anterior. A potencial aquisição desta participação pela L’Oréal ao fundador da Nanda destina-se a fortalecer a presença do grupo francês no mercado chinês, disse o Korea Economic Daily, citando fontes bancárias e acrescentando que o UBS está encarregue da operação.

Fonte: Reuters

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros