Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationÚltimas Notícias

Produtos de cuidados faciais vão crescer 16,4% até 2023

  • Written by:

Personalização, formulações pró-age, vitaminas e ingredientes naturais vão dominar o mercado nos próximos anos

Por Estela Mendonça 

Enquanto o mercado global de produtos para cuidados com a pele do rosto registrou um crescimento de 14,6% entre 2013 e 2018, o cenário no Brasil foi bem diferente, com uma queda de 27,7% no mesmo período, recuando de US$ 1,79 bilhão para US$ 1,29 bilhão, segundo a Euromonitor International. Para os próximos anos, entretanto, as perspectivas são bem mais otimistas. A Euromonitor prevê que as vendas desses produtos alcançarão a US$1,50 bilhão até 2023, o que representa 16,4% mais do que em 2018.

Globalmente, nenhuma outra subcategoria de facial care surpreendeu tanto quanto a de máscaras faciais, que registraram uma alta de 68% entre 2013 e 2018. No Brasil, foi a única subcategoria que cresceu (23,3%), sendo que a maior queda foi a de tônicos faciais (-54,6%).

O ranking mundial de fabricantes de produtos de cuidados com o rosto reflete um cenário semelhante ao do mercado global de produtos de beleza, com a liderança da L’Oréal em 2018, com 11,2% de participação. Já o mercado brasileiro foi liderado pela Avon, com 18,2% de participação. Com a aquisição pela da Avon, a Natura, que já detém 10,1%, reinará absoluta na primeira posição.

Personalização

Uma estratégia para alavancar a categoria de produtos de cuidados faciais, segundo a Mintel, seria as marcas apostarem em personalização de produtos. Dentre os brasileiros que têm interesse em usar produtos personalizados (ou seja, desenvolvidos especialmente para eles), 52% usam hidratante facial e 52% usam produtos de limpeza facial (de acordo com o cruzamento feito com dados do Relatório Mintel Cuidados com a Pele – Tendências em Ingredientes e Formatos – Brasil, Setembro de 2019). “Produtos faciais que sejam voltados especificamente para o tipo de pele de cada indivíduo poderia atrair os consumidores que têm interesse em produtos customizados”, avalia o relatório.

Há alguns exemplos de marcas fazendo isso globalmente. A Unilever lançou nos Estados Unidos o Skinsei Skincare, um serviço de assinatura mensal com produtos de cuidados com a pele baseados em um diagnóstico de acordo com a alimentação do consumidor, a cidade onde mora e seu estilo de vida etc.

A gigante L’Oreal também vem fazendo apostas neste sentido e apresentou na Consumer Electronic Show 2020 (CES) Perso, seu novo dispositivo inteligente que, produzindo em tempo real e em qualquer lugar cosméticos customizados. Os aparelhos funcionam a partir de um software de inteligência artificial, que ao ser conectado ao celular via Bluetooth através de um aplicativo, é capaz de mapear o rosto do usuário.

A L’Occitane também lançou na CES o dispositivo é chamado Duolab. A parte mecânica foi projetada pela Rowenta, uma das marcas do grupo de eletrodomésticos Seb. O cosmético é fabricado de forma personalizada sob demanda, sem conservantes, a partir de cápsulas comercializadas pela L’Occitane.

Beleza vitaminada

“Você sabia que a Vitamina E é o ingrediente cosmético mais utilizado no mundo? Ou que aproximadamente 15% dos novos produtos cosméticos contêm vitaminas? E que as vitaminas estão presentes em 50% dos cosméticos no mercado de varejo?”, provoca Amanda Omodei, diretora de marketing técnico da Focus Química, distribuidora exclusiva da DSM, que detém o mais completo portfólio de vitaminas para no Brasil. “Poderíamos dizer que as vitaminas são heróis. Ingredientes ativos que entregam resultados visíveis, potentes e que criam o ‘brilho extra’ em muitas aplicações de cuidados pessoais”.

Amanda destaca que nenhuma outra categoria de ingredientes inspira tanto sentimento de confiança entre os consumidores. Essa confiança se baseia na longa história da ciência cosmética, na qual a DSM é pioneira, ao iniciar ainda nos anos de 1930 a síntese industrial e produção de vitaminas. “A associação de vitaminas tem crescido muito nos últimos anos, tornando-se os ingredientes chaves em formulações de cuidados da pele. As vitaminas A, B3, B5, C e E estão entre as mais populares utilizadas em todas as categorias cosméticas. “Especialmente a vitamina C é reconhecida mundialmente por promover uma pele saudável e radiante. O crescimento de lançamentos com essa vitamina foi de 19%, entre os anos de 2017 e 2018”.

Com uma estabilidade superior em formulações, se comparado ao ácido ascórbico, O STAY-C® 50, um derivado da Vitamina C (Sodium Ascorbyl Phosphate) é um dos destaques do portfólio da DSM.  “STAY-C® 50 é um ativo antioxidante e multifuncional poderoso, associado ao estímulo de síntese de colágeno, aumento da firmeza da pele, redução da aparência de manchas, controle da oleosidade e acne, entre outros benefícios conhecidos. Ainda, em cuidados capilares, o STAY-C® 50 promove o crescimento capilar”.

A diretora da Focus Química aponta os principais resultados evidenciados em testes com STAY-C® 50 (concentração de até 15%): penetra na pele em 2 horas, sendo metabolizado em ácido ascórbico em camadas mais profundas da pele; 95% é convertido em ácido ascórbico em 2 minutos;  aumenta a síntese de colágeno tipo I em 57% e colágeno tipo III em 39%, reduz a peroxidação lipídica em até 40%; reduz a intensidade da cor das manchas senis em até 25% e  uniformiza o tom da pele, além de melhorar visivelmente a condição da pele da acne vulgar em 77% in vivo em 12 semanas.

Amanda também destaca novos estudos realizados pela DSM com a vitamina B3 – Niacinamida. Ela explica que, com a atualização para Niacinamida PC (Personal Care), os clientes puderam se beneficiar de uma vitamina B3 tópica, minimizando possíveis efeitos indesejados, como sensações desagradáveis de calor e vermelhidão na pele (flushing), causados pelo ácido nicotínico residual. “A vitamina B3 da DSM é garantida por conter menos de 100 ppm de ácido nicotínico residual, tornando-o excepcionalmente bem tolerado”. Segundo ela, pesquisas recentes da DSM revelaram que a Niacinamida PC poderia ser um poderoso aliado nos últimos desafios da indústria da beleza: ação contra a poluição ambiental e à onipresente luz azul.

Segundo ela, foi demonstrado que a Niacinamida PC reduz significativamente os níveis de ROS e proteínas carboniladas na pele humana em resposta à irradiação com luz azul, melhora a reparação de danos no DNA nos queratinócitos humanos e na pele humana, além de ter também o potencial de prevenir a supressão imunológica induzida por UV e reduzir a pigmentação. Já sua ação antipoluição se dá aumentando a viabilidade celular em queratinócitos humanos expostos às toxinas extraídas da poeira urbana, mesmo em baixas concentrações.

Foco na prevenção

“O mercado de cuidados faciais está mudando, pois agora as pessoas preocupam-se em cuidar da pele do rosto mais cedo do que se fazia antigamente. Há alguns anos, elas só começavam a utilizar algum produto no rosto quando surgiam os primeiros sinais de rugas e flacidez”, lembra o gerente comercial de Personal Care da Tovani Benzaquen, Fernando Alves Godoy, que constata que atualmente as pessoas estão mais preocupadas em prevenir a pele do envelhecimento do que apenas tratar os problemas que já surgiram.

Godoy destaca que é necessário desenvolver produtos com este objetivo para peles mais jovens, que busquem evitar as rugas, melhorar a elasticidade e o viço, adiando-se, assim, tratamentos mais invasivos para correção de rugas e demais sinais da idade.

Esta tendência conhecida como Prejuvenation ou Prejuvenescimento, que significa justamente a prevenção do envelhecimento, foi apresentada pela Chemspecs – que foi adquirida pela Tovani Benzaquen em julho do ano passado – na In-Cosmetics Latin America 2019. Além dos cosméticos, outros métodos são utilizados como coadjuvantes, como suplementação via oral e demais tratamentos dermatológicos.

Fernando Alves Godoy, o gerente comercial de Personal Care da Tovani Benzaquen

“A grande inovação que a Tovani Benzaquen oferece seguindo essa tendência é o Bicolgae XT, da Bicosome, que libera poderosos bioativos de microalgas nas camadas mais profundas da pele, prevenindo e reparando os efeitos do envelhecimento causado pelo estilo de vida moderno”, explica, ressaltando que o ativo reduz rugas, aumenta a firmeza e reforça a barreira da pele contra poluentes, além de promover desintoxicação intensa, acelerar a renovação celular e aumentar a capacidade de proteção antioxidante da pele contra a luz azul e outros agressores externos.

Outro ingrediente recentemente lançado pela Tovani Benzaquen e que colabora com a preservação e recuperação da pele é o Ácido Hialurônico, que além de ser indicado para uso tópico possui grau alimentício, o que possibilita sua utilização também em suplementação via oral, contribuindo com a beleza de dentro para fora.

Conceito pró-age

A BIOTAE, fabricante de extratos botânicos, vem se destacando no mercado com surgimento e consolidação do conceito pró-age, que se refere ao distanciamento da luta incessante contra o avanço da idade, regida pelo conceito “anti-aging”, e busca um envelhecimento saudável. “Aliado ao boom das indie brands, as marcas têm priorizado em suas formulações ingredientes sustentáveis e politicamente corretos, de origem natural e isentos de testes em animais”, contextualiza Bianca Domanico, do marketing da empresa.

Ela reforça que o ingrediente clássico vitamina C ganha destaque nas formulações pró-age, bem como os extratos botânicos, principalmente plantas com ação antioxidante, nutritiva e suavizante como, por exemplo, o chá verde. Assim, as formulações visam principalmente restaurar a hidratação e elasticidade da pele e suavizar manchas para que a pele mantenha o aspecto saudável e natural.

Um dos destaques da BIOTAE em ingredientes que seguem o conceito pró-age é o blend ClareOff Dermo, que  reúne extratos de acerola, romã e pepino, ativos naturais que contribuem para a saúde celular e auxiliam no clareamento das manchas hiperpigmentadas, resultando em uma pele revitalizada e com aspecto saudável.

Segundo Bianca, o extrato de acerola padronizado em vitamina C possui atividade remineralizante e antioxidante, devido principalmente à presença da vitamina C, que age como inibidora das etapas de oxidação presentes na formação da melanina. Já o extrato de romã, que conta com ácidos orgânicos, antocianidinas e flavonoides, age como protetor contra os efeitos causados pelos radicais livres. Completando o blend ClareOff Dermo, as vitaminas e sais minerais do extrato de pepino contribuem para a hidratação e revitalização da pele.

O ClareOff Dermo, de acordo Bianca, pode ser aplicado em formulações dermocosméticas para manter a pele revitalizada e com aspecto saudável, suavizando manchas de forma natural, sendo ideal para potencializar produtos pró-age e antipoluição, como séruns, tônicos, máscaras e hidratantes faciais.

Expossoma

Uma nova abordagem que vem ganhando destaque nos cuidados com a pele tem como alvo o combate ao Expossoma, que se refere ao acúmulo das agressões externas, os fatores genéticos e à forma como cada pessoa reage a essas agressões.  “Expostas diariamente a um estilo de vida hiperconectado, ritmo acelerado e ambiente hostil, o corpo continuamente libera altos níveis de mensageiros de estresse que podem afetar as células da pele e alterar seu funcionamento”, explica Hoda Nahas, gerente regional de vendas LATAM da Lucas Meyer Cosmetics, divisão de negócios da IFF que desenvolve, fabrica e comercializa ingredientes ativos para a indústria de cosméticos e cuidados pessoais.

Hoda Nahas, gerente regional de vendas LATAM da Lucas Meyer Cosmetics

A empresa criou o conceito Stressosphere™ para abordar os fatores estressores que compõem o expossoma e a estratégia de combate. De acordo com Hoda, o caminho de desenvolvimento de Rosality™, ativo que combina todo o espectro das moléculas perfumadas das pétalas frescas da Rosa Damascena, partiu da constatação de que compostos olfativos também podem ter uma ação direta sobre a pele.

Segundo Hoda, Rosality™ regula o metabolismo celular rompido por vários estressores. Testes in vivo comprovaram seu efeito na redução dos sinais da pele cansada após apenas sete dias de uso e também na redução das olheiras para uma aparência mais revitalizada. “Rosality™ confere uma aparência mais radiante e iluminada”, diz a gerente, que ressalta a versatilidade do ativo, que pode ser aplicado em formulações pro-aging, cuidados antifadiga, antipoluição e antiestresse, além de maquiagem, máscaras e cremes para dormir, iluminadores e revitalizantes.

Outra abordagem da Lucas Meyer é atuar no aumento da produção da glicoproteína Tenascina-X (TNX), localizada na Matrix Extracelular (MEC) da derme e que exerce um papel arquitetônico crucial, regulando o espaçamento e a coesão entre fibrilas de colágeno e fibras de elastina, melhorando a organização e as propriedades biomecânicas da pele. “As fibras de colágeno e elastina, encontradas na matriz da pele envelhecida, estão diminuídas, fragmentadas e desorganizadas devido à redução da atividade dos fibroblastos e aumento da degradação pelas proteases”, explica Hoda.

As pesquisas levaram ao desenvolvimento do SKINectura™,  um ativo inovador, multifuncional, natural e orgânico, extraído da flor australiana Pata de Canguru. Segundo Hoda, o ingrediente atua nas causas do envelhecimento da pele e reconstrói a arquitetura da derme, estimulando a produção da Tenascina-X, que aumenta as forças contráteis dos fibroblastos e a síntese de colágeno e elastina. Estudos in vitro e testes clínicos in vivo demonstraram sua capacidade de reconstruir o suporte arquitetônico da derme, reduzir o aparecimento de rugas tanto na área dos olhos como do pescoço e diminuir a aspereza da pele e a flacidez (já após 1 hora), ao mesmo tempo que garante performance de longo prazo (14 e 28 dias). “SKINectura™ promove uma abordagem 360° no tratamento do envelhecimento da pele, ao reduzir a aparência de rugas nas áreas ao redor dos olhos, face e pescoço, ajudando a envelhecer graciosamente”, completa.

Extratos botânicos

Para Fernanda Soro, gerente de marketing sênior Latam da Sensient Cosmetic Techologies, embora o Brasil seja conhecido mundialmente pela priorização dos cuidados com o corpo, as gerações mais jovens, como millenials e Z, estão valorizando cada vez os cuidados faciais, para os quais são desejados ingredientes naturais e resultados imediatos. “Uma paixão pelo meio ambiente ajuda a explicar a preferência da geração Z por produtos naturais, orgânicos e veganos”.

A executiva comenta que a limpeza profunda da pele foi o despertar do interesse dos brasileiros pelos cuidados faciais, mas que atualmente o foco crescente é a necessidade de prevenção, o que os levou a adicionar novos passos em suas rotinas de cuidados faciais, também impulsionados pela inovação.

Fernanda Soro, gerente de marketing sênior Latam da Sensient Cosmetic Techologies

“A Sensient Cosmetic Technologies lançou vários ingredientes naturais, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento natural, sustentável e eficaz em ingredientes cosméticos”, afirma Fernanda, que destaca três extratos botânicos para cuidados faciais, altamente concentrados, sob o guarda-chuva da marca Natpure™ Xtra, que mescla fontes éticas, extração patenteada Phytoclean™ e desempenho comprovado. “Todos esses ativos são originários de regiões que se beneficiam do desenvolvimento econômico. Somente são selecionados agricultores que usam práticas sustentáveis que preservam o meio ambiente local”, garante. Além da origem botânica e índice de naturalidade de 1005 (ISO 16128), são à base de água, isentos de solventes e conservantes e com certificação Cosmos.

O processo de extração Phytoclean™, segundo a gerente, utiliza 100% de água purificada, que vem de lagos canadenses e não esgota os recursos aquíferos. Quando possível, a água é reciclada e reutilizada no processo. “São poderosos ativos biológicos com resultados substanciais que podem ser usados em uma variedade de formulações cosméticas”.

Entre esses ativos, o Natpure™ Xtra Integrity (INCI: extrato de folha de Ilex Guayusa) é proveniente de pequenas fazendas familiares na região equatoriana da floresta amazônica. Ele equilibra a sensibilidade da pele e diminui a inflamação causada por substâncias irritantes físicas ou químicas externas promover integridade e conforto para todos os tipos de pele, sendo especialmente eficaz para pessoas com pele sensível.

Já o Natpure™ Xtra Longevity (INCI: Extrato de Folha de Camellia Sinensis) é um chá verde de Nandi, região montanhosa do Quênia, uma área favorável ao cultivo de chá devido à sua alta altitude, clima frio e solo vulcânico. Sua ação se dá estimulando a defesa da pele contra o estresse oxidativo, para manter a pele com aparência jovem e ajudar a hidratar a pele seca.  Além disso, segundo Fernanda, é tão eficaz quanto a vitamina E na proteção da pele contra danos externos, como exposição aos raios UV.

Outro destaque da Sensient é o Natpure™ Xtra Vitality (INCI: extrato de folhas de Rosmarinus Officinalis), alecrim cultivado em Uganda. O ativo forma um escudo antipoluição que protege a pele contra danos causados por partículas de ozônio, COV, metais pesados e outros poluentes urbanos, reforçando a barreira de proteção da pele e melhorando sua vitalidade.

Novas texturas

A Solvay, que no Brasil também atua com a marca Rhodia, tem atendido às demandas do mercado de Personal Care com o desenvolvimento de novos ingredientes que entregam valor aos produtos dos clientes. Um dos produtos mais recentes da empresa é o Miracare® OGE, um emulsificante fácil de usar e altamente eficiente para criar emulsões de óleo em poliol com uma aparência translúcida ou transparente semelhante a um gel.

“O objetivo é responder às necessidades do mercado por novos ingredientes que permitam formulações com novas texturas, muito valorizadas pelos consumidores de produtos aplicados no rosto”, explica Georgios Theodoropoulos, gerente de desenvolvimento de negócios de Home e Personal Care da Solvay na América Latina. Entre os benefícios oferecidos por produtos que utilizam o Miracare® OGE, ele cita a alta capacidade de emulsionar altas concentrações de fase oleosa (60-80%), fácil capacidade de enxágue, suavidade, fácil manuseio e ausência de conservantes.

Georgios Theodoropoulos, gerente de desenvolvimento de negócios de Home e Personal Care da Solvay na América Latina

O Miracare OGE é indicado para formulações de produtos cosméticos em geral no segmento de produtos para o rosto, limpadores e removedores de maquiagem, além de soluções para o cuidado da pele, soluções para proteção solar, óleos para o cabelo e óleos para bebês.

O executivo frisa que o mercado de produtos de personal care é extremamente dinâmico, movido por lançamentos contínuos que atendam os desejos do consumidor final. Ele aponta como grandes tendências do setor o desenvolvimento de produtos que valorizem o desempenho especifico para cosméticos faciais, aliado à sustentabilidade e a um custo competitivo para toda a cadeia de valor do setor, desde os fornecedores de insumos, matérias-primas e ingredientes.

“É o caso da Rhodia e da Solvay, passando por nossos clientes diretos, que são os formuladores, até chegar ao consumidor final. Estamos permanentemente atentos à evolução do segmento, com o desenvolvimento de aplicações de nossos ingredientes em nossos laboratórios espalhados pelo mundo, incluindo um laboratório no Brasil, dentro do nosso Centro de Pesquisas, em Paulínia-SP, trabalhando em conjunto com os clientes”, ressalta Theodoropoulos.

 

O que há de novo

Plant Gold,  emulsão de óleo da Clarins, combina extrato de orquídea azul e óleo de patchuli, de origem 100% natural que se mistura durante a aplicação para criar uma textura leve e não oleosa. Seguindo os princípios da aromafitoterapia da Clarins, a emulsão ajuda a revitalizar e a tonificar a pele e ainda proporciona excelentes qualidades sensoriais.

A Solução de Ácido Glicólico de ácido glicólico da Simple Orgânic, contém 8% de ácido glicólico para promover luminosidade, atenuando as manchas e trazendo revitalização para a pele. O produto estimula a síntese de colágeno na derme, com isso age na reversão e prevenção do envelhecimento cutâneo. Ameniza a aparência dos poros e tem ação anti-inflamatória devido ao seu poder esfoliante, o que contribui para o controle de oleosidade e surgimento de acne.

Alchemy Face 4D, da Buona Vita, é um sérum com quatro ácidos hialurônicos em sinergia, com função preenchedora, promovendo a rearquitetura do contorno facial. O sérum mescla ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular promovendo hidratação nas camadas mais profundas e com preenchimento das rugas. Os quatro ácidos hialurônicos (Hyaloveil, Hydromanil, Hyalurosan e Epidermosil) atuam em sinergia, em um produto sem adição de água e com 99% de composição ativa. Outro ativo de destaque é o Sculptessence, que trabalha em sinergia para a remodelagem do contorno facial e traz como ação a redensificação do formato do rosto pelo efeito lifting que ele proporciona.

A Avon lançou recentemente o sérum facial Renew Clinical Lift & Firmeza. Sua fórmula foi desenvolvida para ajudar a reconstruir a estrutura de suporte da pele do rosto – que contém colágeno, elastina e fibronectina – para uma sensação e aspecto de firmeza. O creme, ao entrar em contato com o calor do corpo, torna-se líquido e libera ativos como Vitamina B3 (Niacinamide) e aminoácidos (Tetrapeptide-4), que penetram rapidamente.

Beleza segura para os oceanos

  • Written by:

O impacto de nossas ações coletivas no planeta levantou questões urgentes para as áreas de beleza em todo o mundo.  

A atenção está se voltando para a vida marinha e os recifes de coral, que se acredita estarem ameaçados por resíduos, como microesferas, triclosan, plásticos e ingredientes que antes eram considerados eco-seguros, e hoje estão inundando os oceanos.

Stacey Fraser, cofundadora da consultoria de beleza da Nova Zelândia Nature’s Blueprint, comenta: “O oceano seguro é agora um pensamento e uma consideração constante em tudo o que fazemos, especialmente com nosso novo perfil de consumidor ativista da geração Z. Nossos oceanos estão em crise e precisamos agir agora. ”

Fraser observa que as formulações seguras para os oceanos estão se tornando outro fator importante para briefings de produtos e marcas e se aplicam a todos os elementos, incluindo fornecimento, ingredientes, formulação, embalagem, mensagens de marketing e suporte a causas oceânicas limpas (exemplos incluem o Sustainable Coastlines, uma instituição de caridade da Nova Zelândia que permite que as pessoas cuidem do litoral e das vias navegáveis ​​por meio de eventos de limpeza, programas educacionais, campanhas de conscientização pública e projetos de plantio de matas ciliares).

 A conscientização leva à proibição de ingredientes

Os microplásticos, que compreendem pequenas partículas ou fibras de plástico sólido, geralmente começam como pedaços maiores de detritos de plástico antes de se quebrarem em partículas menores, com o tempo.  Micropérolas de plástico, que são um tipo de microplástico, há muito tempo são usadas como esfoliante em cosméticos com enxágue, mas estão sendo eliminadas em um número crescente de países, incluindo Estados Unidos, Canadá, França, Reino Unido, Suécia e Taiwan.

A Associação de Cosméticos, Produtos de Higiene Pessoal e Perfumaria (CTPA), com sede no Reino Unido, acredita que este é um passo na direção certa para o lixo plástico marinho, mas observa em seu site: “Apenas produtos de limpeza e esfoliação com enxágue foram associados ao lixo marinho”. Acrescenta:“ Micropérolas de plástico de produtos cosméticos e de cuidados pessoais fornecem uma contribuição muito menor para o lixo plástico marinho ”.

A CTPA conclui: “O governo e outras indústrias precisarão procurar abordar as principais fontes de poluição de plástico se quisermos ter um impacto mais amplo nesse desafio ambiental urgente”.

Em outros lugares, o triclosan é amplamente utilizado em produtos cosméticos, como em sabonetes líquidos para o corpo, sabonetes e desinfetantes para as mãos, por suas propriedades antibacterianas e antifúngicas, mas foi proibido e restrito em vários países, incluindo restrições sob as regulamentações cosméticas da UE, devido ao seu efeito tóxico relatado na saúde ambiental e humana.

Enquanto isso, pesquisas recentes sugerem que ingredientes naturais de origem mineral, utilizada em filtros solares, como zinco e titânio, estão contribuindo para o branqueamento de corais.

“A melhor alternativa”, aconselha Fraser, “é usar uma roupa completa de Lycra”.

No entanto, na realidade, é necessária uma avaliação mais aprofundada para garantir segurança e evitar o uso insuficiente de filtros solares, o que aumentaria a incidência de danos causados ​​pelo sol e o câncer.

Claims seguros para o oceano além dos filtros solares

A preocupação com cosméticos que desaparecessem quando as pessoas entrassem no mar levaram ao surgimento de claims de “segurança para o oceano” ou “segurança para os corais” em todas as categorias.

“Inicialmente, estávamos analisando esses claims em protetores solares, mas estamos começando a vê-las aparecer em skincare, sabonetes, produtos de banho e cabelos”, diz Andrew McDougall, diretor associado de beleza e cuidados pessoais da Mintel.

Ele cita os seguintes exemplos da pesquisa da Mintel:

Pacifica Coconut Pro Strong & Long Creamy Oil mask, um tratamento vegano para os cabelos para proteger a sua cor, livre de petrolatos, parabenos, sulfatos e ftalatos e que afirma ser “segura para recifes de coral” na embalagem.

Alphanova Sun Medium Protection SPF15 sun milk, tem uma claim de seguro para o mar e para os recifes na frente e no centro da embalagem, acompanhado de uma imagem.  O produto cita titânio como seguro e zinco como potencialmente prejudicial ao ambiente aquático.

A empresa Australiana Trilogy Natural Skincare possui uma gama ética formulada com pó de sementes de rosa mosqueta, que é apontado como uma alternativa “segura para o oceano” às microesferas.  O ingrediente está incluído no bálsamo esfoliante para o corpo da marca.

 

 

 

 

 

Fonte: Global Cosmetic Industry 03.01.2020

Givaudan espera que vendas cresçam entre 4 e 5% este ano

  • Written by:

A fabricante suíça de fragrâncias e aromas Givaudan declarou que espera um crescimento nas vendas entre 4 e 5% este ano, dentro da faixa de seu objetivo de médio prazo, o que implica uma desaceleração do crescimento observado no ano passado, de 5,8%, que se beneficiou do aumento dos preços.

“Temos uma estratégia de cinco anos e estamos muito confiantes que a cumpriremos, com o crescimento de 4 a 5% na linha superior”, disse o diretor financeiro Tom Hallam por telefone à Reuters na sexta-feira (24).

“Não teremos novos aumentos de preços, mas continuamos vendo uma boa demanda nos mercados de alto crescimento”, declarou Hallam. “A confiança nos Estados Unidos é boa e muitas das questões que tínhamos na Europa em 2019, como o Brexit, ficaram para trás.”

A Givaudan, que desenvolve perfumes e aromas para clientes da indústria de bens de consumo e do luxo, tem se beneficiado do seu foco em ingredientes naturais e produtos de saúde e bem-estar, além das tendências recentes que exigem novos sabores como alternativas à carne à base de plantas.

Mas, o negócio da empresa com os seus grandes clientes globais diminuiu e os clientes locais e regionais representam agora mais de metade das suas vendas. “Os grandes clientes continuam lutando para alcançar o crescimento em alguns destes grandes mercados (como a América do Norte)”, disse Hallam.

Os analistas apontavam para uma desaceleração no crescimento no último trimestre, mas felicitaram a melhoria na margem no segundo semestre e o desenvolvimento do fluxo de caixa.
O lucro líquido aumentou 6,0% para 702 milhões de francos suíços (657,3 milhões de euros) em 2019, enquanto o crescimento orgânico, excluindo aquisições e flutuações cambiais, acelerou 5,8%, em comparação com 5,6% há um ano.

O crescimento desacelerou no último trimestre, à medida que o impacto do preço desvaneceu, ressaltou Hallam. Os preços das matérias-primas devem se manter nos níveis atuais em 2020, após dois anos de fortes aumentos.

A empresa, que compete com a alemã Symrise e a americana International Flavors & Fragrances, gastou cerca de 3,6 bilhões de francos suíços (3,37 bilhões de euros) em aquisições desde 2014, e poderá continuar comprando outras pequenas empresas do setor, disse Hallam.

As vendas na divisão de fragrâncias aumentaram 7,3%, impulsionadas pela forte demanda por fragrâncias para produtos de consumo nos Estados Unidos, enquanto as vendas na unidade de aromas aumentaram 4,5%, impactadas pelo fraco desempenho na América do Norte.

 

 

 

 

 

Fonte: Fashion Network 27.01.2020

Dierberger Fragrâncias anuncia a contratação de Eurico Mazzini

  • Written by:

Criador de grandes sucessos da perfumaria, perfumista reforçará time técnico e criativo da casa de fragrâncias.

A Dierberger Fragrâncias acaba de anunciar a contratação do renomado perfumista Eurico Mazzini para reforçar sua equipe técnica e criativa no desenvolvimento de novos ingredientes naturais, bem como na expansão da perfumaria.

Eurico Mazzini traz grande experiência e bagagem internacional, tendo passado pelas mais importantes casas de fragrâncias globais, como Quest (atual Givaudan), Firmenich e Symrise.  Entre suas criações, estão os grandes sucessos da perfumaria Kaiak, Malbec Gold entre outros do mercado internacional.

“Enquanto o mundo pede por ingredientes naturais, a Dierberger detém centenária experiência e tradição no plantio e extração de óleos essenciais naturais. Eurico terá um papel fundamental no desenvolvimento de novos ingredientes naturais na nossa paleta de perfumaria, com o conhecimento e a experiência adquirida nos quatro cantos do globo”, destaca o diretor executivo da Dierberger Ricardo Pires. “A Dierberger está cada vez mais preparada para enfrentar as exigências deste competitivo mercado. Temos plena certeza que Eurico fará toda a diferença no nosso time criativo”, completa.

Os ingredientes que estão revolucionando a indústria de skincare

  • Written by:

Dos ácidos do momento ao novo aliado contra a melasma, confira quais são as fórmulas indicadas para o seu tipo de pele.

Ácido hialurônico, vitamina C, retinol…É muito provável que pelo menos um desses ingredientes faça parte do seu arsenal de cuidados diários, já que estão presentes nas fórmulas de grande parte dos cosméticos disponíveis no mercado atualmente.

Em constante evolução, a indústria dermatológica apresenta novos ativos que vêm protagonizando lançamentos de skincare de marcas de nicho, como as norte-americanas Tatcha e Drunk Elephant, atuais febres das gôndolas de beleza lá fora.

É o caso dos ácidos AHAs e BHAs, do bakuchiol – versão vegana do retinol –, dos novos super-hidratantes esqualano e ceramidas e da cisteamina, a nova arma contra a melasma. Em comum, todos são mais puros e vêm com a premissa de serem mais gentis com a pele. Alguns deles ainda são extraídos de fontes vegetais. Boa notícia para as beauty junkies: labels nacionais já lançaram produtos à base desses componentes ou estão atualizando as receitas de seus cosméticos comas novidades. A seguir, um glossário para você se inteirar deste novo momento do skincare.

Alfa – Hidroxiácidos 
Conhecidos como AHAs, são ácidos que caíram nas graças da indústria cosmética por sua função de esfoliação química. Eles têm o poder de retirar, gentilmente e de forma indetectável, as células mortas da primeira camada da pele. “Entre os mais usados está o ácido glicólico, que promove a renovação celular, estimula a produção de colágeno a longo prazo e, ao contrário dos demais ácidos, ajuda na hidratação”, explica a dermatologista Vivien Yamada, de SP. Pode ser usado o ano todo. Para testar já, vá de Espuma Facial de Ácido Glicólico, da brasileira Simple Organic.

Beta – Hidroxiácidos
Enquanto os AHAs são esfoliantes superficiais, os BHAs são ácidos que agem nas camadas profundas da pele, desobstruindo poros e reduzindo a produção de oleosidade. O mais usado cosmeticamente é o ácido salicílico, que tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias e é indicado para quem tem acne. “Em diferentes concentrações, os BHAs e os AHAs podem aparecer juntos em fórmulas esfoliantes de alta potência. É o caso do sérum AHA 30% + BHA 2% Peeling Solution, da canadense The Ordinary.

Esqualano 
Um dos ativos com maior poder hidratante do mercado atual, o esqualano é uma molécula lipídica produzida naturalmente pelo nosso corpo até os 20 anos. Antes retirado do fígado dos tubarões, hoje é extraído de forma sustentável a partir da cana-de-açúcar e da azeitona. Ele auxilia na retenção de água da pele enquanto controla a produção de óleo. A norte-americana Biossance é referência na comercialização do composto – sua linha já está disponível no Brasil desde 2018. Vogue adora o 100% Squalane Oil, que pode ser usado no rosto, corpo e cabelo. Grupos como Chanel e L’Oréal também já apostam no ingrediente.

Bakuchiol  
Conhecido como uma alternativa vegana e mais suave ao retinol, é um potente ativo extraído das sementes da planta Psoralea corylifolia e promete ser o melhor amigo da pele sensível, que sofre com os efeitos colaterais da versão tradicional. “O bakuchiol tem ação no estímulo de colágeno assim como o retinol, mas com menor potencial de irritação e sem fotossensibilidade”, explica o dermatologista Thales Bretas, do Rio de Janeiro. As marcas californianas Ole Henriksen e Herbivore substituíram o antigo retinol pelo irmão botânico – da última, fique com o sérum Bakuchiol Retinol Alternative.

Ceramida 
Velhas conhecidas em fórmulas capilares, as ceramidas migram para o skincare, sendo agora base de cremes potentes em hidratação. “Elas compõem a camada lipídica e têm função protetora na barreira cutânea, impedindo a perda de água”, diz o dermatologista Thales Bretas. As ceramidas também são responsáveis por filtrar agentes externos como poluição e ar seco. Um dos best-sellers da coreana Dr.Jart+ utiliza o ingrediente em seu creme facial Ceramidin. Por aqui, a Cerave traz o ativo em todos os seus produtos de corpo e face.

Cisteamina
Recém-aprovado pela Anvisa, o ativo promete revolucionar o combate à melasma, condição crônica da pele caracterizada pelo aparecimento de manchas amarronzadas. “Assim como a hidroquinona, ingrediente mais conhecido para o tratamento do problema, a cisteamina age na epiderme, reduzindo a hiperpigmentação”, explica a dermatologista Vivien Yamada. O diferencial está na menor chance de efeitos colaterais como vermelhidão na pele e ressecamento. A Dermage foi pioneira por aqui e lançou recentemente o Gel Creme Clareador Clarité Cysteamin.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Vogue Globo 24.01.2020

No Brasil, Kimberly-Clark tem forte expansão

  • Written by:

A Kimberly-Clark, fabricante das fraldas Huggies e do papel higiênico Neve, registrou no Brasil aumento de vendas na faixa de 15% a 17% no quarto trimestre de 2019. No ano, o avanço foi de 9%.

Mike Hsu, CEO global da Kimberly-Clark, disse ontem que o mercado brasileiro registra um “crescimento saudável de preços e de volume [de produtos vendidos] devido à disciplina no gerenciamento de custos”.

Em termos de importância para a multinacional americana, o país fica atrás dos Estados Unidos/Canadá, Coreia do Sul e Reino Unido. O crescimento das vendas no Brasil em 2019 ficou acima da média dos países emergentes, de 6%.

O executivo, que está no posto há um ano, afirmou que a Kimberly-Clark ganhou participação de mercado na categoria de cuidados infantis no Brasil, na Índia e no Sudeste Asiático. No mercado brasileiro, as fraldas representam cerca de 45% de suas vendas.

De outubro a dezembro de 2019, a fabricante de bens de consumo reportou lucro 33% maior, de US$ 547 milhões. A dona dos absorventes femininos Intimus e dos lenços Kleenex teve receita de US$ 4,58 bilhões, ligeira alta de 0,3% em base anual.

As despesas em 2019 somaram US$ 1,209 bilhão, sendo que parte desse valor decorre do programa de reestruturação global. Em fevereiro do ano passado, a empresa fechou uma fábrica de absorventes no Rio Grande do Sul que funcionava há 23 anos.

O território chinês – prioridade no segmento de cuidados pessoais ao lado da América Latina, Europa Oriental e Ásia – registrou queda nas vendas e enfrenta um cenário bastante competitivo, mas Hsu comentou que a empresa precisa manter o foco na margem neste país.

Nos mercados desenvolvidos fora da América do Norte, a empresa registrou aumento de 1% nas vendas. Na América do Norte, houve aumento médio de 3%, sendo 4% em cuidados pessoais e de 3% na K-C Professional.

A multinacional também apresentou ontem suas metas financeiras para 2020. As vendas orgânicas, que excluem aquisições, investimentos e efeitos cambiais, devem crescer 2%.

O lucro por ação deve oscilar entre US$ 7,10 e US$ 7,35, sendo que no quarto trimestre do ano passado ficou em US$ 6,61, aumento de 6%, ajudado por menor taxa de impostos. Ontem, as ações da Kimberly-Clark encerraram com valorização de 0,18%.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 24.01.2020

Unidade da Gillette sustenta recuperação de vendas da P&G

  • Written by:

A unidade de produtos de barbear da Procter & Gamble (P&G), há muito assolada por problemas, teve crescimento nas vendas trimestrais e contribuiu para fortalecer a recuperação da fabricante da Gillette, apesar da tendência dos homens de se barbear com menos frequência.

Nos últimos anos, as lâminas de barbear ficaram entre os produtos de pior desempenho na carteira de marcas da fabricante de bens de consumo, também dona dos xampus Head & Shoulders e do sabão para lavar roupas Ariel.

Além de mais homens terem passado a deixar a barba crescer, a concorrência de nomes como a americana Dollar Shave Club também vinha prejudicando a divisão. A P&G anunciou uma baixa contábil de US$ 8 bilhões relativa à Gillette em meados de 2019.

Embora o desempenho das vendas da unidade no segundo trimestre fiscal tenha sido inferior ao de outras divisões da P&G, o crescimento de 4% nas vendas na comparação anual ficou bem acima do verificado no primeiro trimestre, de 1%. O lucro líquido total no trimestre subiu 16%, para US$ 3,74 bilhões, enquanto a receita somou US$ 18,24 bilhões, alta de 5%.

Ontem, a empresa elevou suas previsões financeiras para este ano, depois de as vendas trimestrais de suas cinco principais divisões terem aumentado. A divisão de beleza liderou, com crescimento de 8% nas vendas. [Em comunicado, David Taylor, presidente da P&G, disse que os “fortes resultados no primeiro semestre nos permitem aumentar ainda mais nossas perspectivas para o ano fiscal completo em cada uma dessas métricas e aumentar nosso compromisso de retorno aos acionistas”]

Os resultados colocam em evidência a recuperação da P&G que, assim como os demais nomes na indústria de bens de consumo, tem precisado lidar com mudanças nos hábitos de consumo e no mercado publicitário e com o aumento da concorrência.

A Procter & Gamble, com sede em Ohio, nos EUA, empenhou-se em tornar-se mais dinâmica para enfrentar esses problemas. Lançou produtos mais inovadores, passou a vender produtos mais caros e direcionou o foco a um número menor de marcas de maior sucesso.

O diretor de finanças da companhia, Jon Moeller, disse a repórteres ontem que não houve grande alívio na pressão sobre a unidade de produtos de barbear – os homens continuam sem se barbear com tanta frequência – e que houve melhora nos resultados porque mais consumidores optaram pelo autocuidado.

“É um ambiente muito competitivo”, disse sobre o segmento. Acrescentou, porém, que a Procter & Gamble está se adaptando e que a barba também precisa de produtos para ser cuidada.

A Procter & Gamble agora projeta aumento entre 4% e 5% nas vendas anuais.

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 24.01.2020

Weleda apresenta bálsamo para mães em período de amamentação

  • Written by:

A Weleda, fabricante de produtos de cosmética, higiene e bem-estar naturais, apresenta um novo produto criado especialmente para as mães que sofrem com o processo de amamentação. O Bálsamo para Mamilos é ideal para o período de amamentação.

Segundo a marca, o bálsamo não gorduroso é composto por Lanolina e do Extrato de Calêndula Orgânico e “hidrata e protege, recupera a pele gretada e cuida das zonas propensas a fricções, para um conforto duradouro.

Graças à sua fórmula 100% natural, desenvolvida por parteiras e farmacêuticos, é seguro para a mamã e para o bebé e ideal para o período de amamentação, não sendo necessário remover antes de amamentar”.

 

 

 

 

 

Fonte: Distribuição Hoje 22.01.2020

The Body Shop lança novos produtos da linha Body Yogurts

  • Written by:

Hidratação, refrescância, ótima absorção e fragrância marcante são as principais características das novidades

De olho na estação mais quente e festiva do ano, a The Body Shop traz novos produtos da linha Body Yogurts com edição limitada. São duas loções corporais 100% veganas, com hidratação por 48h, absorção rápida de até 15 segundos, textura leve em gel e destinadas a todos os tipos de pele. Os lançamentos trazem as deliciosas fragrâncias de Body Yogurt Manga e Body Yogurt Pomelo.

Body Yogurt Pomelo: contém ácido hialurônico biofermentado, que consegue reter centenas de vezes seu próprio peso na água, para proporcionar hidratação continua à pele ao longo do dia. Conta também com glicerina vegetal, que ajuda a hidratar a pele. É enriquecido com extrato de toranja, leite de amêndoas do comércio com comunidades da Espanha e Manteiga de Karitê do comércio com comunidade de Gana.

Body Yogurt Mango: contém ácido hialurônico biofermentado, que consegue reter centenas de vezes seu próprio peso na água, para proporcionar hidratação continua à pele ao longo do dia. Conta também com glicerina vegetal, que ajuda a hidratar a pele. É enriquecido com extrato de manga, leite de amêndoas do comércio com comunidades da Espanha e Manteiga de Karitê do comércio com comunidade de Gana

A marca também traz a campanha “É verão! É Carnaval”, em parceria com a Conspiração Libertina, primeira marca de tattoo temporária feminista do Brasil. O objetivo da parceria é a conscientização contra o assédio no carnaval. O projeto traz tatuagens com mensagens a favor do empoderamento feminino incentivando a alegria livre de assédio. As tattoos estarão disponíveis para quem adquirir a Crossbody Girl Power em lojas da The Body Shop, bolsa fashionista exclusiva da campanha.

Colgate-Palmolive compra marca premium de higiene bucal Hello Products

  • Written by:

O valor da transação não foi informado, mas os recursos para o pagamento serão provenientes do caixa

A Colgate-Palmolive anunciou nesta sexta-feira a compra da marca premium de produtos de higiene bucal Hello Products. O valor da transação não foi informado, mas os recursos para o pagamento serão provenientes do caixa. A expectativa é concluir a aquisição em fevereiro.

No comunicado ao mercado, a multinacional afirmou que a Hello, que pertencia à Tenth Avenue Holdings, está entre as marcas com maior crescimento nos EUA, com forte apelo entre o público jovem.

A Hello continuará sendo comandada pelo fundador Craig Dubitsk e pelo diretor-presidente Lauri Kien Kotcher. Entre os produtos da empresa estão creme dental, enxaguatório bucal, escova e fio dental.

Sobre o impacto da transação no lucro por ação, a Colgate informou que a previsão oscila entre neutro e US$ 0,01 diluído no lucro deste ano. A Hello teve a consultoria dos escritórios Ukerman Gore Brandeis & Crossman e Piper Sandler.

Os itens são vendidos apenas nos Estados Unidos em estabelecimentos varejistas e no comércio eletrônico. Pela manhã, as ações da Colgate no pré-mercado da bolsa de Nova York operavam em ligeira queda.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 24.01.2020

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros