Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationÚltimas Notícias

Biotae destaca extratos e especialidades botânicas durante o Green Cosmetics 2019

  • Written by:

Fabricante de extratos botânicos e desde 1992, a Biotae leva para o Green Cosmetics 2019, portfólio completo e possibilidade de atender projetos exclusivos para os setores farmacêutico, cosmético e nutracêutico. 

A expertise da Biotae é enriquecer os produtos dos clientes com benefícios naturais a partir do desenvolvimento e fornecimento de extratos botânicos de verdade, com formulação natural e apelo sustentável.

Segundo Guilherme Cerqueira, executivo de marketing da Biotae, o processo produtivo permite fabricar e padronizar extratos com diferentes percentuais de fitoativos, bem como customizar insumos às necessidades dos clientes, garantindo benefícios e valor agregado aos produtos. Cerqueira ainda afirma: “Nosso exigente controle de qualidade é desde a matéria-prima até o produto final, garantindo a conformidade e a padronização de todos os lotes”.

A Empresa trabalha com 4 linhas segmentadas:

Linha Cosmética:

Uma linha de extratos botânicos especifica para atender as necessidades do segmento, priorizando os benefícios voltados para os cuidados com a higiene, estética e beleza, de forma natural e sustentável.

Linha Farmacêutica:

Extratos elaborados e padronizados para atender o setor farmacêutico com insumos naturais, que vai desde encapsulados e comprimidos, até tônicos e xaropes.

Linha Nutracêutica:

Uma linha de extratos secos e secos solúveis padronizados e formulados especialmente para o desenvolvimento de produtos em capsulas e de apelos nutricionais.

Linha PetCare:

Pensando no cuidado animal, a BIOTAE desenvolveu uma linha especializada de ativos botânicos para o mercado petcare.

Categorias de extratos – Extratos Glicólicos

Extratos Aquosos

Extratos Fluídos

Tinturas Fitoterápicas

Extratos Secos

Extratos Oleosos

Óleos Vegetais

Ervas Medicinais em Pó

Extratos Moles

Extratos Secos Solúveis

Óleos Essenciais

Extratos Padronizados

Extratos Orgânicos

Extratos Glicerinados

“Desenvolver extratos e especialidades botânicas é parte da nossa natureza”.

Inscrições e programa oficial: Green Cosmetics

Maior oferta de ingredientes apoia o crescimento de marcas naturais

  • Written by:

Millennials e indie brands estão revolucionando o consumo e a indústria da beleza

Por Estela Mendonça

Em 2018, os millennials representaram 15% da população global, com uma renda bruta média anual de cerca de US$ 12,4 mil, mas nos próximos cinco anos esse valor aumentará para cerca de US$ 15,5 mil à medida que esses consumidores avançam em suas carreiras, prevê a Euromonitor.

Especificamente na indústria da beleza, os impactos da ascensão de renda dos millennials serão cada vez mais sentidos. Além de mais participativos na redefinição do que a beleza e os cuidados pessoais significam, eles escolhem seletivamente marcas que não apenas antecipem suas necessidades e os ajudem a descobrir coisas novas, mas também que apoiem seus valores éticos e são consistentes com a imagem que desejam transmitir. “No mundo da beleza, as marcas orientadas a propósitos estão dominando a conversa e capitalizando com sucesso esses valores”, diz a analista da Euromonitor, Kayla Villena.

Segundo a empresa global de pesquisas, as marcas de beleza não podem ignorar as megatendências, como vida ética, vida saudável, consumidores conectados e multiculturalismo, que continuarão a impulsionar mudanças nos valores do consumidor, principalmente entre os millennials.

As indie brands

Indo ao encontro das demandas mais atuais e promissoras, especialmente dos millennials, as indie brands são o grande fenômeno no mercado mundial de beleza, uma tendência que também está decolando no Brasil. A Factor-Kline, empresa de consultoria e inteligência de negócios divulgou recentemente um estudo realizado a partir do mapeamento de 60 indie brands brasileiras, que juntas faturam cerca de R$ 400 milhões. Segundo o estudo, enquanto o mercado brasileiro de cosméticos “tradicional” apresentou um crescimento em 2018 de 2,7%, as indie brands cresceram em média 40%.

 “Vale destacar que o público-alvo dessas marcas são, principalmente, jovens de 19 a 40 anos, que buscam consumo mais saudável, sustentável e ético”, diz Juliana Bondança, Gerente de projetos da Factor-Kline, que acrescenta que os produtos dessas empresas possuem, em sua maioria, mais ingredientes naturais e ausência de testes em animais. Segundo o levantamento, 86% delas possuem um portfólio totalmente vegano, 74% totalmente natural e 23% apenas produtos orgânicos.

Por outro lado, Juliana chama a atenção para as dificuldades e desafios enfrentados pelas indie brands: “São empresas de pequeno porte com diversas carências e desafios para viabilizar um crescimento mais sustentável e perene, com destaque para a falta de capital de giro para suportar o ritmo de crescimento, estrutura logística ineficiente e falta de escala para acessar matérias-primas e embalagens diferenciadas, entre outros”.

Apoio na inovação

Focar o suprimento das necessidades dessas indie brands tem sido o foco de muitos fornecedores de ingredientes, como é o caso do Grupo MCassab. Com um amplo leque de matérias-primas, a distribuidora busca tornar mais fácil o acesso das marcas nascentes às mais recentes soluções e inovações do mercado, além de apoiar o desenvolvimento de produtos naturais e sustentáveis de alta performance.

“A busca por produtos green beauty vem crescendo cada vez mais no mercado de personal care.  Os consumidores estão mais preocupados com a sustentabilidade e com os efeitos que os cosméticos convencionais causam a pele e no meio ambiente”, reforça Andrea Adams, Gerente de desenvolvimento de Negócios de Personal Care do Grupo MCassab.

Visando atender à demanda de produtos naturais para o cabelo, o Grupo MCassab oferece o Baycusan® eco E 1000, da Covestro, um polímero líquido à base de água, biodegradável –  de acordo com a metodologia OECD 302-C. Trata-se de um formador de filme para o cabelo com propriedades de styling, proteção térmica, antipoluição, antiumidade e anti-frizz e que ajuda de prolongar o efeito liso. “Ele contém mais de 50% de carbono de biomassa vegetal e cumpre a definição de derivado de ingrediente natural, de acordo com a ISO 16128-1, além de ser persistente em água e não bioacumular em peixes”.

Maquiagens naturais

Em maquiagens naturais e veganas, o destaque da distribuidora é a linha de pigmentos MiyoNAT VAA, da Miyoshi, que possuem tratamento de superfície derivado de aminoácido de origem vegetal e certificado Cosmos, combinando naturalidade e alta performance. Disponíveis nas cores branco, amarelo, vermelho e preto, eles possuem afinidade com a pele, promovendo longa duração e sensorial de hidratação, além de proporcionar alta estabilidade. Andrea ressalta que os pigmentos MiyoNAT VAA possuem poder de cobertura superior quando comparado a outros tratamentos. “Isso permite criar formulações com alta cobertura e acabamento natural, trazendo conforto e sensação de segunda pele”.

Emolientes verdes

A executiva também cita as alternativas verdes para ésteres e emolientes, como o Emolid® CC, da IQL, um emoliente com certificação Cosmos, 100% verde, que tem alta performance de solubilização de filtros solares químicos e que atua como um agente molhante de filtros físicos e pigmentos, doando toque seco e maciez para as formulações.

Da Gattefossé, o emoliente ceroso certificado Cosmos Lipocire™ A SG apresenta uma temperatura de fusão próxima à da pele, doa sensorial aveludado e de derretimento para as formulações. Já o Cocoato® BG MB, também da Gattefossé, um agente molhante de alta performance para filtros físicos e pigmentos e doa sensorial aveludado para as formulações.

A linha Oxismooth® da Oxiteno possui três emolientes verdes derivados da cana de açúcar biodegradáveis: o Oxismooth® CO, de toque seco e alta espalhabilidade; Oxismooth® ST, que doa alto brilho para as formulações, e o Oxismooth® CP, de alta espalhabilidade e solubilizante de alta performance para filtros químicos. Todos os produtos da linha atuam em formulações capilares melhorando o condicionamento dos fios.

“Esse portfólio de emolientes permite a combinação perfeita de uma cascata de emolientes para formulações cosméticas”, reforça.

Sticks em alta

A executiva lembra que um dos grandes desafios para os formuladores em preparações stick, uma forte tendência no mercado de naturais, é o desenvolvimento de bases estáveis com o preenchimento exato dentro das embalagens, além da alta estabilidade ao calor e cargas oleosas, sem que o sensorial da bala ou stick freie, derreta ou encolha dentro da embalagem ou quebre.

“As ceras Kahlwax 6607L (girassol), Kahlwax 2811 (arroz), da Kahlwax, são alternativas de ceras vegetais certificadas e sustentáveis, perfeitas para formulações de maquiagem estáveis. Combinadas com outros ingredientes dos nossos parceiros Gattefossé e IQL, trazem perfeição para formatos stick de alta performance, estabilidade e sensorial para formulações naturais, veganas, orgânicas e sustentáveis”, garante Andrea.

Ainda no portfólio Kahlwax, Andrea cita uma alternativa vegana ao uso de petrolatos, a Kahl Vegojelly 7036 Plus, uma geleia de frutos asiáticos berries, indicada para formulações de maquiagem, pele e cabelo. As ceras de flores e chá Kahlwax 6692 (rosa damacena), Kahlwax 6279L (myrica) e Kahlwax 6614 (chá verde) são de fonte sustentável e trazem benefícios sensoriais e de performance para as formulações cosméticas, além de doar aroma. “Também destacamos o Kahlbeads 2811P, um esfoliante sustentável da casca do arroz da Kahlwax, que esfolia delicadamente a pele, com alto poder de limpeza e sem danificar o tecido cutâneo”.

Sensorial pode surpreender

Andrea conta que o Emulium® Illustro e Emulium® Kappa, ambos da Gattefossé, são os preferidos entre as opções de emulsionantes verdes do mercado.  “O Emulium® Illustro é 100% vegetal e ganhou medalha de ouro na In Cosmetics Europa e medalha de prata na In Cosmetics Latam como ingrediente mais inovador. Ele forma emulsões água em óleo de alta performance sensorial, possui toque aveludado e seco”, ressalta, acrescentando que ele permite formulações líquidas e viscosas e é compatível com alta carga de pigmentos e filtros solares. “Emulium® Illustro oferece estabilidade e sensoriais únicos”.

Já o Emulium® Kappa, um emulsionante óleo em água natural, foi especialmente desenvolvido para formar emulsões ricas e de sensorial aveludado elastômero-like, além de fornecer alta hidratação para a pele.

Recriando a camada lipídica

Outra opção natural da Gattefossé é o agente de textura capilar ativo Definicire®, um ingrediente com certificação Cosmos especialmente desenvolvido para recriar a camada lipídica do cabelo, doando propriedades de controle de frizz, volume e definição de cachos sob alta umidade.  Ele também facilita a penteabilidade de forma eficiente e melhora a suavidade dos fios super danificados.  “A Gattefossé também conta com uma ampla gama de ingredientes ativos naturais e águas orgânicas para as formulações cosméticas”.

O portfólio do Grupo MCassab tem ainda a linha de ácidos hialurônicos certificados Cosmos da Contipro: Hyaluronic Acid, Hysilk® e Hyactive®, que são sal sódicos do hialuronato de sódio obtidos por biotecnologia. Eles atuam hidratando a pele. “O Hysilk® reduz em até 20% a produção do sebo cutâneo e o Hyactive® atua como um anti-age, reduzindo as linhas de expressão.

Para formulações minimalistas com excelente sensorial, Andrea indica o Flocare® NAT 132, da SNF, uma dispersão líquida de polímero 100% vegano, contendo 67% de ingredientes de fonte renovável, conforme a ISO 16128.  Esse ingrediente permite a formação de géis creme em processo a frio.

O Grupo MCassab também oferece preservantes naturais, como benzoato de sódio e álcool benzílico da Emerald Kalama, autorizados para uso em produtos Cosmos, Ecocert, Nordic Swan, Ecolabel e EPA Safer Choice Labeling. Andrea também destaca o conservante natural pronto para uso Troycare™ LSB1, da Troy, composto por ácido levulinico, ácido sórbico e ácido benzoico, ideal para produtos cosméticos com e sem enxague.

Todos os ingredientes naturais distribuídos pelo Grupo MCassab podem ser conferidos no Seminário Green Cosmetics, que será realizado em São Paulo, nos dias 23 e 24 de outubro.

De nicho a importante categoria de produtos: cosméticos naturais, o novo mainstream da indústria cosmética

  • Written by:

Influenciada pelo novo estilo de vida adotado pelos consumidores, a demanda por cosméticos naturais vem demonstrando crescimento constante. Não é mais um nicho de mercado, mas sim um importante segmento do mercado cosmético.

Consequentemente, quase todos os formuladores são desafiados a desenvolverem soluções que combinem ingredientes naturais e certificados à tecnologia e inovação.

A formulação de cosméticos naturais é especialmente desafiadora quando inclui a implementação de certas tendências. Pensando nisso, desenvolvemos o Natural Formulator’s Guide, guia exclusivo que apresenta formulações sugestivas, que atendem aos diferentes parâmetros e certificações para cosméticos naturais, além de elucidar questões técnicas importantes para a formulação dessa categoria de produtos.Nossas formulações atendem aos mais importantes critérios globais para cosméticos naturais de acordo com as certificações COSMOS e NATRUE e com a norma ISO 16128, para o cálculo de origem natural.

Atenta às mais recentes tendências de consumo, segmentamos nossas formulações em duas importantes categorias para os consumidores:

♦ ENTUSIASMO: além de atender certos critérios estabelecidos por importantes certificadoras, os cosméticos naturais também devem estar alinhados às tendências modernas. Os consumidores buscam não só produtos seguros e eficientes, como também desejam experiências sensoriais diferenciadas. Desta forma, entusiasmo para nós, pode ser descrito como formulações com aplicação lúdica e com perfil sensorial que surpreenda e encante os consumidores.

♦ CONSCIENTIZAÇÃO: o mercado cosmético tem se tornado cada vez mais diverso nos últimos anos, e o mesmo se aplica para os consumidores interessados em cosméticos naturais. As motivações que geram o interesse por soluções cosméticas naturais podem variar de um indivíduo para outro, mas muitos deles preocupam-se com o impacto ecológico de seus hábitos de consumo.

A Evonik Dr. Straetmans é uma especialista global em oferecer soluções que combinam alta qualidade à sustentabilidade, com mais de trinta anos de experiência no setor. Nós traduzimos as demandas do mercado em formulações e conceitos e temos um time de especialistas em regulatório pronto para oferecer suporte a nossos clientes. Desde 2017, a Dr. Straetmans foi comprada pela Evonik, demonstrando sua estratégia focada em soluções sustentáveis para o mercado.

Convidamos você a visitar nossa mesa de negócios durante o Green Cosmetics, entre os dias 23 e 24 de Outubro, para conhecer em detalhes nossas tecnologias inovadoras para cosméticos sustentáveis.

Inscrições e programa oficial: Green Cosmetics

Natura lidera ranking peruano de reputação empresarial no mercado de beleza

  • Written by:

A Natura é a primeira colocada em reputação comercial no segmento de cosméticos, beleza e cuidados pessoais no mercado peruano, segundo o ranking “Merco Empresas e Líderes”, que mede a reputação corporativa das empresas com base em índices de mercado, percepção do governo, análise financeira, opiniões de clientes e colaboradores, entre outros fatores.

A Natura é a primeira empresa de cosméticos, beleza e saúde a estar entre os top 20 do ranking.  A marca brasileira ficou em 8º lugar, sendo precedida por 7 bancos e sucedida pelas multinacionais Nestlé, Kimberly Clark, Google e Belcorp, sua principal concorrente no mercado peruano. Entre os rankings de 2018 e 2019, a Natura subiu três posições.

“Esse reconhecimento mostra como toda a nossa rede de colaboradores, consultores e aliados estratégicos está comprometida em tornar este mundo um lugar melhor”, declarou Renzo Ibáñez, gerente de assuntos corporativos da Natura no Peru.

Além dos múltiplos reconhecimentos e prêmios por geração de emprego, práticas éticas, ambiente de trabalho e transparência em seus processos, a empresa avança com o constante lançamento de novos produtos e linhas no mercado. Recentemente, a marca apresentou sua nova linha de esmaltes no Peru, com a qual continua expandindo seu portfólio, que inclui produtos de cuidados para a pele, rosto, cabelos, perfumaria, e uma extensa gama de cosméticos.

O Grupo Natura & Co. (proprietário das marcas Natura, The Body Shop e Aesop, e em breve Avon Products), está em fase de desenvolvimento com planos de expansão de lojas físicas, portfólio e linhas de produtos. A empresa também possui uma das metas de sustentabilidade mais ambiciosas do mercado de beleza: atingir a neutralidade de carbono até 2050.

 

 

 

 

Fonte: Fashion Network 15.10.19

Inovação em desodorantes: os probióticos podem fazer a ponte entre a eficácia e o natural?

  • Written by:

A tendência de produtos naturais continua a se expandir nas categorias de beleza e cuidados pessoais, em parte porque muitos consumidores estão cada vez mais associando beleza com saúde e higiene.

Os consumidores estão prestando mais atenção aos riscos potenciais à saúde apresentados por determinados ingredientes. As formulações de ingredientes naturais são frequentemente percebidas como mais saudáveis e seguras; assim os produtos naturais têm maior preferência.

De acordo com a Pesquisa de Beleza da Euromonitor International, em 2018, 25% dos consumidores norte-americanos disseram que tinham preferência por um hidratante facial com ingredientes naturais ou orgânicos em vez de um de uma marca com a qual tenham experiência pessoal. 21% disseram preferir um sabonete facial com ingredientes naturais ou orgânicos.

A tendência pelo natural está presente em categorias além dos cuidados com a pele, como cuidados com o banho, cuidado infantil e juvenil e até desodorantes. Não existe uma definição padrão para produtos naturais, já que “natural” é um conceito subjetivo que pode abordar ideias como não tóxico, vegetal e vegano. Ainda assim, os ingredientes são uma das lentes mais importantes que os consumidores associam a “natural”.

Preocupações com a saúde criam uma oportunidade para desodorantes naturais

Preocupações com a saúde relacionadas às formulações de ingredientes de desodorantes e antitranspirantes abriram caminho para que os desodorantes naturais entrassem com sucesso no mercado dos EUA.

Instituições com sede nos EUA, incluindo o Instituto Nacional do Câncer, a Sociedade Americana de Câncer e a Fundação Susan G. Komen concordam que os desodorantes parecem seguros. Entretanto, até o momento, algumas pesquisas científicas comprovaram uma ligação entre determinados ingredientes em antitranspirantes e problemas de saúde, variando de problemas de desenvolvimento ou reprodução a câncer e Alzheimer, mas não foram conclusivas na comprovação de causa e efeito.

Os consumidores priorizam a transparência, a simplicidade e a vida saudável dos ingredientes, optando por um desodorante mais natural e fazendo com que os fabricantes repensem as formulações de desodorantes.

Fonte: Euromonitor International

Fabricantes independentes, premium, em massa e drogarias responderam a essa tendência nos últimos cinco anos, lançando novas linhas de desodorantes naturais para atrair consumidores preocupados com a saúde.

A tendência dos produtos naturais tem sido um fator determinante no rápido crescimento de marcas menores, representado por “Outros” no gráfico acima. Sua participação de mercado nos EUA aumentou dramaticamente nos últimos cinco anos, de 5,2% em 2013 para 12,1% em 2018, segundo a Euromonitor International. Embora “Outros” não seja exclusivo das marcas de desodorantes naturais, muitas se enquadram nessa categoria. A tendência dos produtos naturais continuará impulsionando a participação dessas marcas e influenciando futuras fusões e aquisições, extensões de linha de produtos e formulações de desodorantes nos próximos cinco anos nos EUA.

As marcas de desodorantes naturais se focam na segurança, eficácia e sustentabilidade

Em grande parte, em resposta a preocupações com a saúde, a maioria das marcas atuais de desodorantes naturais posiciona seus produtos como alternativas mais seguras aos desodorantes tradicionais. Benefícios específicos de ingredientes, como sem alumínio, sem parabenos, sem ftalatos, e palavras da moda, como seguros e limpos, são populares.

Alguns exemplos notáveisnos EUA incluem a SmartyPits, cujo fundador se inspirou para criar a marca quando sua mãe estava lutando contra um câncer de mama. A marca defende uma “fórmula superforte” e rejeita testes em animais. Outros exemplos incluem o Native, que foi adquirido pela Procter & Gamble em 2017 e promove a preocupação com a saúde e a segurança com seu slogan “Seguro. Simples. Eficaz.”, e o desodorante Honestly pHresh Naturals, que é “sem alumínio, sem crueldade”.

Embora a tendência dos produtos naturais esteja mudando a maneira de como os desodorantes são comercializados, os consumidores ainda permanecem céticos de que os desodorantes são naturais ou eficazes, mas não as duas coisas. Os dados da Pesquisa de Beleza da Euromonitor de 2018 mostram que, quando os consumidores norte-americanos foram convidados a escolher entre produtos para cuidados com a pele que continham ingredientes naturais e orgânicos e produtos para cuidados com a pele eficazes, eles favoreceram a eficácia, que conquistou 48% dos entrevistados, em comparação a 20% que preferem ingredientes naturais ou orgânicos. Os 32% restantes dos entrevistados foram neutros para ambas as opções.

Entretanto, os avanços no desenvolvimento de desodorantes naturais e eficazes decorrentes de estudos sobre cuidados com a pele estão diminuindo a desigualdade, atendendo às necessidades dos consumidores atraídos pelas alegações de saúde e segurança que também buscam um equilíbrio entre ingredientes naturais e eficácia.

O Poder dos Probióticos – essas ‘bactérias boas’ podem tratar o odor das axilas?

Pesquisas recentes sobre o microbioma da pele esclareceram o papel das bactérias no odor das axilas. Contraditório às suposições generalizadas dos consumidores, o suor por si só não é o que cheira. Em vez disso, as bactérias encontradas na região das axilas são as verdadeiras culpadas pelo odor.

Parece que determinadas cepas de bactérias tendem a cheirar pior do que outras, sugerindo que o equilíbrio certo de boas bactérias pode tratar o problema de axilas fétidas. O pesquisador da Universidade da Califórnia-San Diego, Dr. Chris Callewaert, erradicou com sucesso bactérias ruins nas axilas fétidas ao transplantar bactérias de axilas sem cheiro. Embora essa ainda seja uma área de pesquisa em andamento, algumas marcas naturais começaram a experimentar fórmulas pré e probióticas para aumentar a eficácia de seus desodorantes.

Com o objetivo de atender às expectativas dos consumidores quanto à eficácia na eliminação ou controle de odores, incorporando ingredientes naturais, as marcas em crescimento dos EUA SmartyPits,Native e Honestly pHresh Naturals incorporaram alguma forma de prebióticos e/ou probióticos em suas fórmulas.

O desodorante Native contém Lactobacillus Acidophilus, um tipo de bactéria que se acredita auxiliar a saúde intestinal, encontrada frequentemente em alimentos como iogurte e chucrute. O SmartyPits contém um prebiótico à base de plantas e o pHresh contém uma fórmula prebiótica que a marca afirma que “promove o crescimento de bactérias saudáveis na superfície da pele, enquanto ataca qualquer bactéria gram-negativa ou positiva que causa odor corporal”.

Apesar da adição de prebióticos e probióticos nas formulações dessas marcas, as afirmações pré e probióticas são destacadas em menor grau em comparação com as afirmações “sem alumínio e sem parabenos”. A ênfase insuficiente no conteúdo do microbioma é peculiar, considerando que as marcas de produtos para a pele foram rápidas em comercializar com ousadia seus produtos que contêm as formulações pré e probiótica.

Contanto, as marcas de desodorantes naturais podem hesitar em destacar pré e probióticos, uma vez que seus benefícios para o controle de odor ou a eficácia de eliminação de odor em desodorantes ainda estão em fases iniciais da pesquisa. Por exemplo, o Dr. Callewaert observa que a L. Acidophilus, a cepa probiótica encontrada no Native, é tipicamente encontrada no intestino. Não se sabe se a cepa tem algum benefício significativo na redução do odor das axilas, embora a L. Acidophilus seja, de fato, um probiótico.

A familiaridade do consumidor com o tema do microbioma também pode ser uma barreira, considerando que o crescimento de probióticos para a saúde intestinal estagnou imensamente. Na realidade, o tamanho do mercado de probióticos nos EUA encolheu 6,4%, de 2.993,8 milhões de dólares em 2017 para 2.800,3 milhões de dólares em 2018. Em meio a um declínio nos probióticos para a saúde intestinal, será interessante ver se outras marcas de desodorantes naturais irão introduzir pré e probióticos em seus produtos e que tipo de crescimento os produtos desodorantes pré e probióticos existentes experimentarão nos próximos cinco anos.

À medida que a tendência dos produtos naturais continua a evoluir nos EUA, a definição de “natural” e o posicionamento do produto natural continuarão a mudar. Como observado com os desodorantes naturais, é muito comum que essas marcas destaquem em seus produtos a ausência de determinados ingredientes que os consumidores procuram evitar. A atual tendência por produtos naturais é amplamente centrada na beleza limpa, contendo ingredientes não tóxicos ou o mínimo possível de ingredientes.

Ingredientes à base de plantas também são populares porque atendem às preferências por produtos naturais dos consumidores, além das preferências de sustentabilidade. Conforme mais pesquisas são realizadas sobre a eficácia de diferentes tipos de ingredientes naturais, o marketing pode mudar de enfatizar a ausência de determinados ingredientes para caracterizar a adição de ingredientes naturais específicos comprovadamente eficazes. Por exemplo, se a pesquisa demonstrar que os pré- e probióticos auxiliam fortemente na funcionalidade dos desodorantes, as marcas de desodorantes mais naturais podem começar a incorporar os ingredientes e exibi-los nos rótulos dos produtos.

Além disso, o mercado de desodorantes nos EUA deve crescer 7,6% entre 2018 e 2023 (taxa de crescimento anual composta de 1,5%), segundo a Euromonitor International. Supondo que a tendência por ingredientes naturais nos desodorantes seja uma tendência de longo prazo que contribui para esse crescimento esperado, os principais proprietários de marcas nacionais podem considerar investir nele. Os principais proprietários de marcas podem adquirir marcas menores de desodorantes naturais, assim como a P&G adquiriu a Native e a Unilever adquiriu a Schmidt’s Naturals, e lançar seus próprios desodorantes naturais ou aprimorar as formulações existentes. As decisões dessas empresas e o posicionamento do produto (contendo probióticos versus afirmações de fórmula “sem”) dependerão das percepções dos consumidores sobre produtos naturais nos próximos anos.

 

 

 

 

Fonte: Blog Euromonitor

Conheça as regras de rotulagem de cosméticos no Brasil

  • Written by:

Existem várias maneiras de colocar informações em uma embalagem de cosmético e o plástico, sem dúvidas, é a pior delas — totalmente antiecológico, já que demora 450 anos para se decompor (segundo a Unicef).

De acordo com um relatório da WWF, o Brasil é o quarto maior produtor de lixo plástico mundialmente falando. Por isso, na questão de rotulagem de cosméticos, o plástico é uma péssima escolha.

Além de alertar para a conscientização com relação ao uso de plásticos em invólucros de cosméticos, este post trata das regras para rotular cosméticos, as quais foram modificadas pela RDC 250/2018. Acompanhe!

O movimento sem plástico

Você sabia que, no Brasil, descartamos aproximadamente 11,3 milhões de toneladas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia? Obviamente, esse número se deve à grande extensão territorial de todos esses países. Outro dado alarmante do mesmo relatório: em 2018, foram coletadas mais de 10,3 milhões de toneladas de plástico, mas somente 1,28% delas foram recicladas.

O problema do descarte irresponsável do plástico é tão grave no mundo inteiro que a equipe do Earth Carers Waste Education (Austrália) criou, em julho de 2011, o “movimento sem plástico”, que visa conscientizar o quão prejudicial é o material para o meio ambiente. A ação ganha força na metade do ano, já que o movimento é denominado julho sem plástico, mas é claro que o aprendizado e sua divulgação podem perdurar o ano inteiro.

Assim, se você é uma pessoa com consciência ecológica e bastante ativa em redes sociais, basta usar as hashtags #julhosemplástico ou #plasticfreejuly sempre que chegar o mês do movimento sem plástico.

A importância de rotular cosméticos adequadamente

Mas falando em plásticos em rotulagens de cosméticos especificamente, há várias alternativas aos plásticos, como o papel ou a impressão na própria embalagem.

A importância de uma boa rotulagem de cosméticos se dá porque, ainda que eles não alcancem diretamente os órgãos internos, eles atuam na pele — que é o maior órgão do corpo humano. Com isso, os cosméticos podem trazer muitos riscos à saúde de acordo com o organismo de cada pessoa.

É por isso que é imprescindível que cosméticos tenham uma rotulagem bastante esclarecedora a respeito do produto. Tais informações indispensáveis relacionam-se à utilização de forma detalhada e à indicação do produto cosmético.

Há que se considerar que existem dois tipos de embalagens, a primária e a secundária. A primária é a que requer maior preocupação por ser aquela que entra em contato direto com o produto.

Pensando na embalagem primária, qual seria a melhor forma de informar nela todas as exigências dos órgãos legais? A seguir conheceremos as regras de rotulagem de cosméticos no Brasil. Acompanhe!

As regras de rotulagem de cosméticos no Brasil

Em 2018 foram atualizadas as regras para rotulagem de cosméticos no país, por meio da Resolução RDC 250/2018 da Anvisa, revogando a RDC 131/2016.

Pela nova norma, as indústrias que fabricam cosméticos podem regularizar seus produtos na Agência apresentando diversos projetos de rótulos, layouts e artes. Leia o trecho extraído da resolução na íntegra:

A Resolução estabelece os requisitos para apresentação do Projeto de Arte de Etiqueta ou Rotulagem no processo de regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes, e para a coexistência de mais de uma arte de etiqueta ou rotulagem para um mesmo produto.

Agora vamos às regras de rotulagem de cosméticos propriamente ditas:

Documento a ser apresentado

O documento que precisa ser apresentado no processo que pretende regularizar produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes denomina-se “Projeto de Arte de Etiqueta ou Rotulagem”, previsto no Anexo V da Resolução RDC 7/2015. Nele, deve constar a arte da rotulagem ou etiqueta do produto, da maneira como será exposto para o consumo e em suas respectivas embalagens.

Coexistência de artes

Fica permitida a existência de mais de uma arte de etiqueta e de rotulagem para um mesmo produto. Mas para isso é necessário manter inalterados entre elas os fundamentos!

Requisitos sobre rotulagem

Rótulo

• identificação impressa ou litografada e dizeres gravados ou pintados;

• decalque sob pressão ou outros devem ser aplicados diretamente sobre os recipientes, nas embalagens, envoltórios, invólucros ou qualquer outro protetor de embalagens;

• outros requisitos de rotulagem previstos em normas específicas e as alegações sobre segurança e benefícios atribuídos ao produto.

As especificações acima foram publicadas no Art. 3º da Resolução. Para outras variações entre as artes de rotulagem ou etiqueta coexistentes e não citadas no artigo não é preciso apresentar um novo Projeto de Arte, Rotulagem ou Etiqueta durante a regularização dos produtos.

Todas as alterações dos elementos precisam ser submetidas à Anvisa por apresentação de um novo Projeto de Arte, de Rotulagem ou Etiqueta.

As alterações de rotulagem a seguir ficam dispensadas da previsão constante no artigo 3º:

• dados do serviço de atendimento ao consumidor;

• razão social do titular;

• domicílio do titular;

• prazo de validade;

• lote ou partida;

• país de origem;

• conteúdo.

Indicações terapêuticas

As artes de rotulagem dos produtos comercializados não devem apresentar indicações e menções terapêuticas, denominações e nem tampouco indicações que induzam a erro, confusão ou sejam enganosas quanto à origem, procedência, composição, segurança ou finalidade.

Outras regras

• as empresas precisarão manter todas as artes de rotulagem ou etiqueta por dois anos após o fim do prazo de validade dos cosméticos;

• a autoridade sanitária poderá solicitar as artes de rotulagem ou etiqueta dos cosméticos a qualquer tempo.

É necessário ressaltar que o descumprimento dessas regras poderá resultar na suspensão cautelar do cosmético, constituindo infração sanitária, nos termos da Lei 6.437/1977.

Agora passemos às escolhas para os rótulos propriamente ditos. E há três possibilidades, sendo que a questão é encontrar qual é a mais econômica, mais rápida e menos trabalhosa. Conheça cada uma delas e encontre a melhor para a sua indústria de cosméticos.

Os tipos de rótulos possíveis para cosméticos

Rótulos

Podem ser ou não autoadesivos, em papel ou plástico — que já sabemos ser prejudicial ao meio ambiente. Os mais utilizados são adesivados em polipropileno biorientado ou BOPP (filme plástico com alta resistência).

Nesse caso, ache um fornecedor de confiança e que tenha perfil capaz de atender à quantidade e à qualidade que satisfaça sua empresa. Passada essa primeira fase, pense na área útil do invólucro disponível para rotular, bem como o formato, os contornos, dentre outros detalhes.

É necessário, ainda, adquirir uma rotuladora, lembrando que existe uma para cada formato de embalagem, plana e cilíndrica.

A maior vantagem dessa opção é usar um mesmo modelo de frasco e diferentes tipos de rótulos para produtos diferentes, além de otimizar a compra de embalagens primárias e também as que ficarão em estoque.

Outra vantagem é o fato de o rótulo ser muito mais barato que o frasco, trazendo flexibilidade e agilidade na produção, diminuindo o risco de faltar produto se as vendas aumentarem.

Gravação

serigrafia, ou gravação direta no frasco, requer certos cuidados, como certificar-se de que o produto comporta a impressão. Para isso, alguns testes são necessários para não haver risco de imprevistos nos pontos de venda — a falta ou perda de tinta, por exemplo.

Além disso, existem poucos fornecedores — e poucos são de qualidade. É fundamental averiguar se o fornecedor faz a flambagem da embalagem antes de efetuar a gravação. Essa etapa é mandatória nesse processo, sendo crucial visitar o fornecedor antes de contratá-lo.

Isso porque a flambagem deixa a superfície do invólucro porosa, facilitando a penetração da tinta. Não passar por esse processo resulta no descascamento da gravação — algo muito observado na validade dos protetores solares, que “desaparece” após pouco tempo de uso.

A vantagem da serigrafia é a redução de mão de obra, por não requerer equipamento para inserir as informações na embalagem.

Sleeve

Esse tipo de rotulagem de cosméticos é excelente quando é preciso colocar muitas cores ou imagens na embalagem de cosméticos. A maior preocupação é encontrar um bom fornecedor que realize de forma efetiva as distorções necessárias segundo o formato do recipiente.

Nesse caso, é preciso avaliar se a empresa tem forno específico para a realização do termoencolhimento, lembrando que fornos para shrink não são adequados para o sleeve.

Resumindo, cada rotulagem para embalagem primária tem vantagens e desvantagens, bastando avaliar a necessidade da sua empresa de produtos cosméticos.

 

 

 

Fonte: Talk Science 01.10.19

União entre Natura e Avon custará R$ 349 milhões

  • Written by:

A Natura divulgou, no último sábado (12), que o custo de sua união com a empresa de cosméticos Avon será de R$ 349 milhões.

O valor inclui avaliações, publicações, assessoria jurídica e demais assessorias, afirma a companhia. No acordo, consolidado em maio, a holding “Natura&Co” passará a abrigar os negócios do segmento de cosméticos e as operações que serão agregadas após a aquisição da Avon.

A expectativa é de que a combinação dos negócios dê origem ao quarto maior grupo do setor de beleza no mundo, com faturamento anual superior a US$ 10 bilhões.

 

 

 

 

Fonte: canalexecutivo 14.10.19

Lançamento de esmalte secante FREE que promete secagem veloz

  • Written by:

Ultra Secante Bella Brazil é o mais novo esmalte criado pela marca para facilitar no dia a dia

Nos dias de hoje, o esmalte passou de apenas item de beleza para acessório e complemento de look. Por isso, é muito comum ver as mulheres usando-o. É um item que tomou conta da vida e hoje é indispensável no dia a dia.

Há esmaltes para todos os gostos. A Bella Brazil oferece tonalidades diversificadas que se encaixam e são inspiradas no estilo de vida da mulher. Mas, a desvantagem do esmalte, é a demora na hora de secar.

Sempre inovadora e pensando na comodidade das mulheres, a Bella Brazil, busca, diariamente, criar produtos que facilitam o dia a dia das pessoas. Com uma rotina maluca e corrida, não há quem aguente ficar parado esperando o esmalte secar.

Por essa razão, Ultra Secante Bella Brazil, é o lançamento da vez. O produto seca o esmalte ultrarrápido, evitando borrões ao abrir a bolsa, pegar o cartão para pagar a manicure. Com formulação não oleosa e FREE (livre de DBP, Tolueno e Formaldeúdo), ele não deixa resíduos nas unhas e promove uma secagem veloz do esmalte.

Criamos esse secante pensando em todas as mulheres que amam pintar as unhas, mas que não tem tempo de esperá-las secar. Geralmente, o tempo livre que elas usam para embelezar as unhas acaba rapidamente e já vem outra tarefa para ser realizada. O secante Bella Brazil garante uma secagem veloz, que foi criada com inspiração em nós, mulheres de todo o Brasil, que nunca paramos.”, declara Alessandra Lima – Diretora Comercial da Bella Brazil.

Shampoo sob medida: agora consumidor pode personalizar suas fórmulas capilares

  • Written by:

Através de um quiz, mais de 600 mil combinações de fórmulas de shampoos, condicionadores e leave-in podem ser criadas de acordo com a necessidade de cada fio pelo e-commerce da Meu Q

Se você soma no time das aficionadas por beleza, é muito provável que já tenha se deparado com os supertecnológicos shampoos e condicionadores da estadunidense Function of Beauty no seu feed. Unindo inteligência artificial à beleza, as fórmulas únicas dos produtos são criadas à partir das respostas do consumidor a um quiz que analisa estrutura e densidade dos fios, características do couro cabeludo, etc…

A boa notícia é que a novidade acaba de chegar também ao mercado brasileiro, através da plataforma Meu Q. A startup criada pelos sócios Pedro Nunes, Lucas Barchetta e Dimitri Ribeiro oferece, no total, mais de 600 mil combinações de fórmulas de shampoos, condicionadores e leave-in. Para criar o produto final, estão disponíveis 35 ingredientes ativos, dentre eles extrato de oliva, polímero de feijão guar, proteína de arroz, mel, óleo de abacate, leite vegetal de linho dourado, óleo de coco e extrato de kiwi. E, nas opções de fragrância, quatro versões – floral, frutal, herbal e cítrico – que podem ainda variar em três níveis de intensidade.

“A maioria dos produtos disponíveis hoje oferta um conjunto limitado de benefícios, criando estereótipos. Uma vez que o fator de personalização entra em cena, isso deixa de existir. Assim, os consumidores obtêm um produto único, projetado para satisfazer suas preferências e características específicas”, afirma Pedro Nunes, um dos sócios da Meu Q. Toda a linha é cruelty free e sem parabenos – e as embalagens, superinstagramáveis, com cores pastel e o nome do cliente no rótulo.

O lançamento aconteceu em 10 de outubro, por meio do e-commerce próprio da marca.

 

 

 

 

Fonte: Vogue 10.10.19

Garden Química reforça porfólio de especialidades naturais no Green Cosmetics 2019

  • Written by:

Uma das principais fornecedoras de especialidades naturais como argilas e manteigas amazônicas, extratos naturais, e diversos outros itens para formulações, a Garden Química, patrocinadora do evento Green Cosmetics 2019, antecipa suas novidades que serão destaques nesta edição do evento.

“Natureza, tecnologia e sofisticação” – O mercado de cosméticos naturais não é uma tendência, mas sim de fato uma realidade que chegou para ficar de uma vez por todas.

O que antes era visto como algo “artesanal”, para um nicho especifico de consumidores hoje é exigência do mercado como apresentar documentações que comprovem que o produto não é testado em animais ou que não existe na formulação produtos de origem animal ou componentes que agridam o meio ambiente e a natureza.

Responsável por diversos projetos inovadores de cosméticos na linha Green,  Thais Rosa, Gerente de Relacionamento da Garden Química, afirma: O mundo mudou e os consumidores estão cada vez mais exigentes e conscientes, portanto, levar aos produtores de cosméticos não somente ingredientes com o ‘apelo’ natural, mas ingredientes que fazem de fato toda a diferença na formulação”.

Officinol – Uma das maiores fabricantes de cosméticos naturais do Brasil, e trata-se de um concentrado patenteado de cana-de-açúcar com elevado teor de Polifenóis e Flavonóides. Possui cerca de nove testes de eficácia que comprovam sua ação booster de FPS, antimanchas, anti-age, anti-oxidante e oxigenante intracelular.

Com aplicações em cremes faciais noturnos e diurnos, com ação de redução de rugas, sulcos e  o famoso “bigode chinês”, uma ação antioxidante extremamente alta.  E como se trata de um ingrediente 100% natural tem feito sucesso em marcas que de fato querem fazer a diferença nesse planeta, assim como nossa empresa quer.

“Na nossa visão a formulação só tem sucesso e entrega de fato quando é possível alinhar o poder da natureza em prol da beleza, a tecnologia dos testes e pesquisas envolvidas de todos os profissionais de P&D e a sofisticação de direcionar a aplicação da melhor forma”,  finaliza Thais.

Inscrições e programa oficial: Green Cosmetics

Home

Categorias

Nossos Portais

Nossos canais

Parceiros